5 dicas para aumentar a eficiência no treinamento para colaboradores da farmácia

Sem tempo para ler o artigo 5 dicas para aumentar a eficiência no treinamento para colaboradores da farmácia?

Dê play e ouça agora mesmo!

Treinamento para colaboradores é visto pela sua farmácia como um custo ou investimento? A resposta já é manjada, mas o que nem todos dizem é que treinamento pode ser sim um custo para os cofres do seu negócio. Como? Isso acontece quando não existem critérios bem definidos para a admissão e fomento do treinamento.  

Sob essa ótica cotidiana entre gestores e donos de farmácias e drogarias, reunimos as 5 dicas que vão aumentar verdadeiramente a eficiência no treinamento para colaboradores. Continue com a leitura e confira você mesmo!  

Leitura recomendada:

>> Veja porque treinamento na farmácia vai te trazer melhores resultados nas vendas

>> Por que é importante reconhecer o trabalho do colaborador na farmácia?

>> Inteligência Emocional: 4 técnicas poderosas que vão te ajudar nas tomadas de decisão na sua farmácia

#1 Analisar qual assunto é mais importante para farmácia

Tenha em mente que treinamento jamais deve ser considerado um custo para os cofres da sua farmácia. Entretanto existe uma situação que isso se reverte. Nesse caso podemos afirmar categoricamente que o treinamento foi um custo desnecessário para a empresa. Melhor dizendo: foi um investimento equivocado.

E quando isso acontece? Quando o treinamento é escolhido para suprir o ego (“fazer bonito”) ou acompanhar a moda ditada pelo mercado de consultores do varejo farmacêutico. Existem muitos profissionais querem de fato vender seus cursos, métodos e treinamentos. Evidente que quantidade, preço e tempo fazem com que a qualidade seja afetada.

Não podemos generalizar, é claro, porém antes de aplicar qualquer tipo de treinamento para os colaboradores da sua farmácia, é fundamental primeiro identificar se realmente é necessário. De certo modo todo treinamento é bem-vindo, porém em tempos de escassez o dinheiro deve ser aplicado sabiamente, onde o resultado tende a retornar o investimento.

Faça as seguintes perguntas:

  • O que vai trazer mais resultado?
  • O que é importante nesse momento?
  • O que já vêm se arrastando por muito tempo e ainda não teve solução encontrada?
  • Qual treinamento vai suprir uma deficiência muito grave da farmácia?

Tornando mais claro, identifique em qual área ou setor da farmácia existem gargalos,

Por exemplo:

Após todo esse levantamento você terá com clareza quais são os pontos que devem ser priorizados no treinamento e que uma vez esclarecidos vão acrescer para os resultados da farmácia.

Ebook Exposicao de produtos - 5 dicas para aumentar a eficiência no treinamento para colaboradores da farmácia

#2 Garantir que o responsável pelo treinamento tenha conhecimento e didática

Na tentativa de poupar algum dinheiro, é comum acontecer a contração de pessoas que não são especialistas ou possuem pouca propriedade no que estão dizendo. Evidente que o nível de investimento é proporcional à bagagem do profissional disposto a ministrar o treinamento.

O ideal é contrabalancear o quanto a farmácia está disposta a investir com o conteúdo entregue pelo profissional responsável pelo treinamento. Antes de fechar o contrato, faça uma pesquisa na internet e verifique se existem vídeos, comentários, materiais didáticos, enfim, o que estiver disponível para acesso.

Uma boa ressalva é considerar a didática do profissional. Pode ocorrer de uma pessoa ser totalmente técnica, porém não domina a oratória, isso vai fazer com que sua equipe pouco absorva o conteúdo rico que está sendo transmitido. Quem nunca teve um professar na escola ou faculdade que as aulas eram entediantes? Ou aquela professora que só ficava lendo os “slides” no projetor?   

#3 Engaje a equipe: mostre a importância de aprender sempre

Já ouvir dizer sobre aquela velha máxima de que a motivação da pessoa termina em algumas horas após a palestra terminar? Existe muita verdade nisto! Garanta que os colaboradores não tenham essa mentalidade, de imediatamente após o treinamento, os conceitos ficarem grafados no bloquinho de anotação.

Constantes estímulos são necessários para manter o engajamento da equipe, para que a mesma coloque em prática os ensinamentos adquiridos. E saiba que será necessário oferecer as ferramentas e recursos para isso acontecer!

Por exemplo:

No treinamento foi demonstrado um processo moderno para evitar a perca de tempo na digitalização de receitas através da utilização do celular ao invés da impressora multifuncional. Porém essa função não existe no atual sistema de farmácia.

Então como será possível aplicar a teoria aprendida no dia a dia da farmácia sem as ferramentas adequadas? Note que parte do investimento no treinamento ficará ocioso por falta de modernização da farmácia, acarretando na perca de produtividade, que neste caso seria a diminuição de filas e agilidade no atendimento.   

#4 Garanta a participação de quem precisa receber o treinamento

Planejamento é o alicerce para qualquer negócio prosperar, e isso não é diferente para com os treinamentos. Antemão faça um cronograma detalhado dos dias que cada colaborador estará disponível fora do horário habitual de trabalho. Isso mesmo, priorize períodos que não vão afetar o faturamento.

Aproveitando esse gancho, você acaba tendo a oportunidade de avaliar o real interesse dos colaboradores. Sempre acontece alguma desculpa de última hora para não participar do evento programado. Daí já se extrai quais são os colaboradores com melhor perfil que podem evoluir progressivamente na farmácia e futuramente ocupar cargos de maior responsabilidade, ou quem sabe ser aquele “braço direito” que sempre estava faltando.

Também não force ninguém a participar do treinamento. Não existe algo pior para o aprendizado do que uma pessoa contrariada. Se por ventura isso acontecer (e as chances são grandes) você terá um parâmetro de quem realmente merece um melhor reconhecimento salarial ou promoção de cargo.

Dito isso, deixe antecipado o horário, dia, local e trajes adequados para o treinamento. Não esqueça de verificar junto ao profissional que irá conceder o treinamento se é necessário algum material, equipamento ou algo a ser providenciado.  

#5 Faça um coffee break com os participantes do treinamento

Dependendo da duração do treinamento é crucial realizar pausas estratégicas. Ninguém mantém a atenção por muitas horas na pessoa que está falando. Nada melhor do que a cafeína para dar aquela animada nos participantes. Se você dispor de um pouco mais de recursos, também é válido oferecer uma degustação ou alimentação.

Nesse momento aproveite para fazer o networking, isto é, “trocar figurinhas” com o consultor de treinamento. Fuja do óbvio, como perguntas sobre o tempo ou sobre família (claro que isso pode ser usado como “quebra gelo”), busque indagações sobre o negócio farmacêutico, fale um pouco das dores da sua farmácia (sem expor muito), procure por opiniões e críticas construtivas que estão tangentes ao treinamento contratado.

Estimule todas os participantes fazerem isso. Afinal, a minha dúvida pode ser a dúvida de outro. A sua realidade pode ser a solução para o meu problema. É enriquecedor esse tipo de diálogo e contato com pessoas externas ao ambiente e contexto econômico que a farmácia está inserida. Uma pessoa de fora pode ter uma visão completamente diferente de quem está de dentro, concorda?     

Conclusão

Em síntese o treinamento para colaboradores da farmácia é um ótimo instrumento que pode ser usado pelos gestores para sanar problemas recorrentes que estão afetando direta ou indiretamente alcançar metas de vendas.

Como foi dito, o investimento em treinamentos não é custo quanto o mesmo retorna bons frutos para a farmácia em forma de otimização de processos, melhor performance operacional e bons resultados de vendas.

Contudo é fundamental que a farmácia também ofereça as condições necessárias para a aplicação da teoria em prática. E nisso podemos te ajudar! Preencha o formulário nessa página e fale agora mesmo com um especialista para conhecer nossas soluções para sua farmácia. Ou se preferir, chame no whatsapp!

Se inscreva no nosso Canal do YouTube e siga nossas páginas do Facebook e Instagram! Lá você encontra muito mais conteúdo sobre gestão e varejo farmacêutico. Garanto que você vai aproveitar muita coisa!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: