6 dicas [práticas] para adaptar o corpo ao horário de verão!

Todo brasileiro já deve conhecer o famoso horário de verão, mas para aquelas pessoas que ainda não conhecem, vamos lá. O horário de verão nada mais é do adiantar os relógios em uma hora durante os meses da estão de verão.

E para quê fazer isso? Bem, o objetivo é economizar energia elétrica. Quando adianta-se uma hora no relógio, as regiões que mais recebem luminosidade solar vão ligar as luzes mais tarde.

Essa ideia não é tão nova assim, o horário de verão foi proposto pelo neozelandês George Hudson em 1895. A Alemanha e a Áustria-Hungria foram os pioneiros, começando em 30 de abril de 1916 durante a Primeira Guerra Mundial.

>> Leia também:

5 Dicas de saúde para quem trabalha o dia todo em pé na farmácia!

3 bons motivos para sua farmácia investir na formação do colaborador!

Por que é importante reconhecer o trabalho do colaborador na farmácia?

Vários outros países também adoram a mesma ideia, especialmente durante a crise da energia em 1970. O Brasil com uma matriz energética voltada principalmente na geração hidroelétrica, ou seja, utilizando a força da água para gerar turbinas eletromagnéticas, também utiliza o horário de verão.

Os especialistas brasileiros afirmam que o horário de verão contribui para que a distribuição de energia seja mais equilibrada nos momentos de pico. Isto é, enquanto a região Sul, Sudeste e Centro-Oeste estão ainda com luz solar, não precisam utilizar a rede de distribuição com maior frequência.

Enquanto que as outras regiões já estão utilizando. Para simplificar: se todas as regiões ligarem seus aparelhos de ar condicionado e chuveiros o sistema não aguentaria a alta demanda. Quem não se lembra dos apagões de 2002?

Quem acaba sofrendo com o horário de verão é o corpo. Listamos abaixo 6 dias práticas para você se adaptar rapidamente ao horário de verão!

#1 – Mantenha o ritmo mais leve

Relaxe no dia em que o horário de verão entra em vigor, evitando indisposição. Pegar leve nos exercícios, realizar atividades que acalmem, como ioga, por exemplo, é uma saída.

#2 – Não exagere nas refeições

Faça refeições mais leves, que não exijam muito esforço do seu organismo para a digestão.

#3 – Durma mais

Tente ir para a cama duas horas mais cedo do que o habitual. Provavelmente você não vai pegar no sono imediatamente, mas o clima calmo prepara o corpo para o descanso.

#4 – Não perca tempo

Deixe todas as suas coisas arrumadas para o dia seguinte, evitando perder tempo ou passar nervoso antes de sair de casa na segunda-feira.

#5 – Aproveite para descansar

Até sentir que seu organismo está acostumado com a mudança, recuse os convites para sair e voltar tarde demais para casa. No dia seguinte, acordar pode ser muito complicado.

Ebook Organizar o financeiro - 6 dicas [práticas] para adaptar o corpo ao horário de verão!

#6 – Organize seus horários

Pelo menos na primeira semana do horário de verão, fixe horários para todas as suas atividades e tente respeitá-los ao máximo. Isso evita distúrbios de apetite (como fome fora de hora) e um cansaço exagerado.

Veja quais os erros que sua farmácia NÃO pode cometer no Dia Internacional da Mulher

—-

Para mais conteúdos que vão fazer sentido para você, se inscreva no nosso Canal do YouTube e siga nossa página do Facebook!

Fonte: Agência Nacional de Energia Elétrica

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: