fbpx

Black Friday na Farmácia: 9 micos que você não deve cometer no grande evento do varejo

Sem tempo para ler o artigo Black Friday na Farmácia: 9 micos que você não deve cometer no grande evento do varejo?

Então basta clicar no player para ouvir!

A Black Friday na Farmácia é um dos momentos do ano mais aguardado pelas lojas de varejo. As farmácias e drogarias também podem aproveitar esse momento para aumentar suas vendas, mas para isso é preciso observar alguns detalhes antes de participar da Black Friday.

Listamos abaixo 9 micos que as farmácias e drogarias não podem jamais cometer na Black Friday. Confira quais são esses micos para deixar seu estabelecimento pronto para o grande dia de ofertas!    

1. Deixar tudo para última hora

Parece bem óbvio, mas é comum os donos e gestores de farmácia e drogarias deixarem para fazer o planejamento das vendas da Black Friday apenas alguns dias antes do evento. Qualquer planejamento que seja feito às pressas não costuma dar bons resultados, simplesmente porque não há tempo hábil para:

  • escolher os produtos que serão ofertados;
  • calcular os custos e margens de lucro;
  • pedidos de compras cheguem antes da data;
  • organizar e decorar a farmácia para o evento;
  • treinar e capacitar os colaboradores;
  • definir as estratégias de vendas.

O quanto antes você começar a se planejar, melhor! Se puder comece bem antes, pelo menos 45 a 30 dias de antecedência do evento.

2. Perder vendas por falta de produtos no estoque

Pode acontecer da Black Friday na Farmácia ser um tremendo sucesso e os itens acabarem em poucas horas de evento. Imagina quantas vendas você poderia ter lucrado a mais se tivesse deixado uma margem de segurança no estoque?

Se a farmácia já participou da Black Friday em anos anteriores, vale consultar no sistema para farmácia quais foram o fluxo de vendas, e assim ter uma base da quantidade de itens para fechar o pedido de compra.

Porém se é o primeiro ano da farmácia na Black Friday, você pode fazer uma estimativa através do seu software de farmácia, buscando analisar a curva de demanda no mesmo período em relação aos anos anteriores. Depois você deve aplicar um lastro de segurança, isto é, faça a compra de alguns produtos à mais, para garantir no dia do evento.

Achamos que você também vai gostar de:

>> Como fazer para potencializar as vendas da sua farmácia na Black Friday?

>> Black Friday em farmácias: como se preparar para essa data tão importante para o comércio?

>> Atendimento farmacêutico: passo a passo para nunca perder um novo cliente

3. Inflar os preços para depois dar desconto

Essa prática é sem dúvida abominada pelos consumidores. A Black Friday na Farmácia já não é novidade para o consumidor brasileiro, ele já aprendeu a pesquisar os preços com antecedência, principalmente em sites de comparação de preços, que fornecem um histórico completo.

Então se a sua farmácia mascarar os preços será facilmente descoberta. E o pior disso tudo é a má fama que você corre o risco de pegar. Lembre-se que o marketing boca a boca se espalha facilmente entre as pessoas, e uma situação dessas vai acabar com a reputação da sua farmácia.

O caminho é sempre claro: dê descontos reais, que façam jus ao tamanho do evento!

Ebook Checklist organizar farmacia - Black Friday na Farmácia: 9 micos que você não deve cometer no grande evento do varejo

4. Não fazer a divulgação as promoções e produtos em oferta

Bacana, você conseguiu boas negociações, tem condições de oferecer itens quase que a preço de custo, agora é só esperar o sucesso das vendas da Black Friday na Farmácia, certo? Errado! As pessoas precisam saber que a sua farmácia vai participar da Black Friday.

Você precisa ter um planejamento de marketing que seja adequado para esse momento. E isso começa semanas antes, através de:

Lembrando que quando se trata de estabelecimentos de saúde, existem regras e legislações exigidas pela Anvisa, que limitam o marketing em alguns produtos.  

5. Não estar presente na internet

Estar presente na internet não significa necessariamente fazer vendas pelo e-commerce. Claro se a farmácia tiver estrutura e você dispor de aporte de investimentos, é um caminho a se pensar. Mas para a realidade de muitas farmácias e drogarias, estar na internet significa ter o contato com o consumidor.

Afinal, hoje é natural que as pessoas pesquisem na internet sobre uma loja ou produto antes de fazer uma compra, buscando saber a reputação e tirar dúvidas antes de se decidir pelo produto.

Através das redes sociais, principalmente Facebook e Instagram a farmácia pode divulgar:

  • informações de contato;
  • número de telefone;
  • endereço e mapa de localização;
  • horários de funcionamento;
  • promoções e ofertas dos produtos sem prescrição
  • facilidades, como acessos e estacionamentos
  • dicas de saúde e bem estar

Além disso a farmácia também pode usar o Whatsapp para criar grupos de clientes e manter uma relação mais próxima, fidelizando as pessoas que sempre compram no estabelecimento. Sendo um ótimo canal de comunicação direta.

6. Fazer as promoções somente no dia da Black Friday 

É um erro pensar que a Black Friday na Farmácia deve ser apenas em um único dia de evento. Tudo bem que a data ocorre mesmo somente na última sexta-feira de Novembro, mas isso não quer dizer que você tem que fazer as ofertas somente nesse dia, não mesmo!

Aproveite esse clima de descontos, final de ano e 13º chegando. Comece muito antes a fazer ofertas, use chamadas criativas, como:

Workshop Gestao de Pessoas e Marketing - Black Friday na Farmácia: 9 micos que você não deve cometer no grande evento do varejo
  • “Novembro Black”;
  • “Esquenta Black Friday”;
  • “Pré-Black Friday”;
  • “Mês Black Friday”;

7. Esquecer dos produtos de conveniência

Na loucura da Black Friday muitos consumidores já estarão abarrotados de sacolas e muito provavelmente apresentam cansaço por terem percorridos outras lojas. Isso propicia sede e fome. Então a farmácia pode oferecer os chamados produtos de conveniência, como:

  • bebidas (água, refrigerantes, isotônicos);
  • sorvetes;
  • balas e doces;
  • barras de cereal;
  • amendoins e salgadinhos.

Estes são alguns itens de consumo rápido que certamente vão ter uma alta procura no dia do evento. Já comece a preparar os estoques com esses itens e pensar nos locais de exposição, como pontas de gôndolas e display no caixa.  

8. Não aproveitar o fluxo de pessoas para aumentar o Ticket-Médio

Nem todas as pessoas que são atraídas para dentro da farmácia no dia da Black Friday vão de fato concretizar a compra, seja porque não gostou do preço ou talvez por que entrou só para dar aquela “olhadinha”. Mas só pelo fato dessas pessoas já estarem na farmácia, você pode aproveitar para mudar a decisão de compra.

Por isso é importante manter um sortimento de produtos relevantes para o público que costuma frequentar a farmácia. Nesse caso, expor os produtos de forma correta, que promova a fácil visualização e chame a atenção das pessoas, costuma dar muito resultado.

Treine toda sua equipe para saber o momento de abordar o cliente e indicar um produto que seja interessante para aquela determinada pessoa.

9. Não ter um sistema rápido capaz de dar conta das vendas

Já pensou se o sistema atual da sua farmácia trava com a farmácia lotada de gente? O cupom fiscal fica demorando “horrores” para ser emitido pelo sistema?

As pessoas cada vez mais nervosas na fila do caixa? Não dá nem para imaginar, não é mesmo? Na Black Friday a última coisa que a farmácia costuma pensar é no sistema de vendas, mas sem ele a farmácia não vai conseguir vender, concorda?

Então o recomendado é ter a certeza que o atual sistema da farmácia seja capaz de fazer uma venda de forma rápida. Além disso, todos os colaboradores precisam saber mexer no sistema. No dia da Black Friday, eles não terão tempo para fazer perguntas ou ficarem confusos sobre alguma função ou ferramenta.

Conclusão

Mais do que todas essas ações, percebeu como a farmácia precisa de um bom sistema para não passar apuros durante a Black Friday?  

E nisso podemos te ajudar! Peça agora sua demonstração gratuita! Ou então preencha o formulário nessa página e fale agora mesmo com o especialista para conhecer nossas soluções para sua farmácia não perder mais vendas na Black Friday. Se preferir, chame no whatsapp!

Gostou do assunto desse artigo? Se inscreva no nosso Canal do YouTube e nossas páginas do Facebook e Instagram para ter mais conteúdos como esse!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: