5 dicas para escolher o melhor fornecedor farmacêutico

Qualquer farmácia ou drogaria que almeja o sucesso nas vendas deve manter uma boa relação com o seu fornecedor farmacêutico, principalmente no caso dos varejistas farmacêuticos. Afinal, é o fornecedor farmacêutico que reabastece os estoques e atuam diretamente na margem de lucro da farmácia.

Ter uma relação sólida com as empresas que fornecem os produtos é uma das principais estratégias que deve ser adotada pelo gestor farmacêutico. Mas em teoria esse fácil, a questão são as ações do dia a dia.

Segundo Fábio França, autor do livro “Públicos: como identificá-los em uma nova visão estratégica” apresenta nessa obra o conceito de stakeholder. Trata-se de uma classificação de públicos utilizada pelas empresas para desenvolver estratégias específicas de comunicação e tirar o máximo proveito dos relacionamentos e vínculos que mantêm. 

No caso das drogarias, fornecedor farmacêutico pode ser considerado um stakeholder tão importante quanto os clientes e os funcionários da loja, por exemplo. Por isso, desenvolver ações para escolher as melhores parcerias é tão importante.

Stakeholder significa público estratégico e descreve uma pessoa ou grupo que tem interesse em uma empresa, negócio ou indústria, podendo ou não ter feito um investimento neles. Em inglês stake significa interesse, participação, risco.

A seguir, apresentaremos uma série de dicas de ações que você pode executar para encontrar um fornecedor farmacêutico adequado e além disso listamos alguns os erros comuns que muitas farmácias cometem e prejudicam a relação com os fornecedores farmacêuticos. Confira!

Recomendado para você:

>> Lista Completa: 100 medicamentos mais vendidos no Brasil pelas farmácias e drogarias

>> Entrega de medicamentos: saiba quais são as formas de trabalhar com delivery na farmácia

>> Ticket-Médio: 3 ações para farmácia aumentar os itens da cesta de produtos do consumidor

5 dicas para escolher o melhor fornecedor de medicamentos para farmácia

1. Analise os diferenciais de cada fornecedor farmacêutico

É preciso que você analise os diferenciais que cada fornecedor farmacêutico. Entre esses fatores, podem ser considerados os prazos e as condições de entrega, que devem se encaixar no planejamento do seu negócio.

Obviamente, a sua farmácia trabalha de forma bem planejada e com um controle de estoque que faça com que os itens não fiquem em falta. Porém, existem situações esporádicas, como quando muitas unidades de um produto são comercializadas, em que é necessário contar com uma entrega emergencial.

Além do prazo de entrega, também devem ser considerados diferenciais como as quantidades mínimas de pedido, as formas de pagamento, condições especiais etc.

eBook controle de estoque

2. Verifique a reputação da empresa no mercado

É importante considerar também a reputação da empresa fornecedora no mercado. Para isso, você pode conversar com outros proprietários de farmácias, analisar o site da companhia de forma criteriosa e ver se a organização já atua há mais tempo no mercado.

Outra dica é analisar depoimentos de clientes dessas empresas em suas redes sociais e em sites de reclamação. Assim, com base em experiências de outras pessoas, você poderá saber se o parceiro é estratégico ou não.

3. Considere a frequência de visitas

Os representantes de laboratórios farmacêuticos costumam visitar as drogarias para apresentar os seus produtos e itens que estão à disposição para fornecimento, como novos medicamentos e cosméticos. É importante levar isso em consideração, uma vez que demonstra interesse do fornecedor por ter uma parceria com a sua empresa.

Dessa forma, se um fornecedor demonstra interesse em trabalhar com o seu negócio, talvez ele seja mais flexível com questões como o pagamento. Você pode utilizar isso de forma estratégica para conseguir descontos ou organizar o setor financeiro de acordo com os prazos mais adequados.

Lembrando que existem fornecedores farmacêuticos que trabalham com pedidos eletrônicos que já são totalmente integrados no próprio sistema da farmácia e feitos através da internet, sem precisar receber a visita do representante farmacêutico.

4. Avalie o preço e a qualidade dos produtos oferecidos

Os preços dos produtos oferecidos são muito importantes, por isso você deve valorizar os fornecedores que oferecem descontos para pagamentos de compras com quantias mais altas, por exemplo.

Lembre que o preço cobrado está diretamente relacionado ao que você paga ao seu fornecedor. Dessa forma, se pagar menos pelos itens, poderá repassar esse desconto aos seus clientes e ajudar a tornar o seu estabelecimento mais competitivo.

No entanto, o preço não deve ser visto como o único fator para escolher um fornecedor. Também é importante observar a qualidade dos produtos oferecidos. Afinal, de nada adianta pagar pouco por um item que não será bem avaliado pelos seus clientes.

5. Verifique se há alinhamento estratégico com os objetivos da farmácia

A sua farmácia tem uma cultura organizacional, assim como todas as empresas. De tal modo, existem diretrizes éticas e morais que devem ser seguidas para nortear o seu planejamento estratégico.

A ideia, ao escolher um fornecedor farmacêutico, é encontrar uma companhia que tenha valores similares aos seus. Assim, o seu negócio conquistará mais resultados positivos.

Bônus: 3 Dicas para sua farmácia comprar melhor

Preparamos um vídeo com 3 dicas para você realizar uma melhor negociação com os fornecedores da farmácia e assim poder comprar melhor!

3 atitudes para manter um bom relacionamento com o fornecedor farmacêutico

1. Colocar na ponta do lápis as condições negociadas

A primeira coisa que se costuma analisar diante do fornecedor, são seus preços de mercadorias. A farmácia quase sempre prefere fechar acordos que possuem produtos com melhores preços, imaginando aumentar as margens de lucro e aplicar estratégias de vendas com descontos agressivos.

Mas pensar dessa forma, normalmente costumar ser um erro. Nem sempre o preço mais barato é garantia que o produto tem o menor custo. É imprescindível colocar na “ponta do lápis” todos os custos envolvidos, como:

  • prazo de entrega;
  • o valor total do frete;
  • as condições de pagamento;
  • o prazo de validade dos produtos.

São alguns pontos que quando somados ao preço da negociação saem bem mais caro do que o imaginado.

Mas muito além disso é o fato de alguns fornecedores e farmácias ficarem apenas na “conversa”, ou seja, não formalizarem o que foi dito na negociação. Aí está o erro que começa a minar a relação entre farmácia e fornecedor farmacêutico. Então coloque tudo no papel antes de concluir o pedido de compra.

2. Ficar dependente de um único fornecedor farmacêutico

Não ter mais de uma opção de fornecedor é um erro gravíssimo. Por mais confiável ou mesmo por amizade ou camaradagem, não se deve trabalhar com um único fornecedor. As variações do mercado são muito imprevisíveis.

Imagina o que vai acontecer se você tiver que negociar todo seu sortimento com apenas um distribuidor farmacêutico? São eles que vão colocar o preço que você terá que pagar, isto é, você terá pouco poder de barganhar melhores condições.

Indo além, no dia de amanhã o fornecedor exclusivo não é capaz de suprir seus pedidos, resultando na ruptura do estoque. Claro que existem situação em que não há outras opções no mercado; mas são via de regra, a farmácia encontra muitos distribuidores atuantes.

E convenhamos, frustrar a clientela por falta de produto é algo que dificilmente a farmácia conseguirá reverter. Algumas farmácias para não perder o cliente de longa data, acabam comprando da própria concorrência por um preço elevado e revendendo por valor mais baixo, assumindo o prejuízo em virtude de um erro estratégico.

Entretanto, não saia por aí fazendo negócios com todos os fornecedores que encontrar disponíveis. Até por que isso também não é nada vantajoso. O ideal é trabalhar com uma carteira de fornecedores de acordo com o mix de produtos da farmácia.

Planejamento é palavra! Para cada grupo de produto, tenha no mínimo de 3 a 5 fornecedores que podem lhe atender, e de acordo com os preços finais de cada um, diversifique seus pedidos de compra.

3. Não ter um sistema de farmácia adequado para a realidade de estoque

Não há mais espaço (e nem tempo!). Pedidos manuscritos, listagem de produtos que estão em falta, na base do “achometro”. Tudo isso deve ficar no passado. A farmácia que não trabalhar com um software comercial especialmente projetado para automatizar seus processos, está perdendo dinheiro.

A grande maioria dos fornecedores já possuem integração com os softwares comercias, permitindo que a farmácia faça cotações e pedidos totalmente virtuais, sem a necessidade da presença física de colaboradores de terceiros ou representantes comerciais.

Trabalhe também com fornecedores farmacêuticos que dispõem dessa comodidade, isso proporciona agilidade nos pedidos, transparência na comparação de preços e poucos cliques para concretizar uma compra.

Extra: benefícios que da boa parceria com um fornecedor farmacêutico

A escolha de uma boa parceria para fornecedor farmacêutico é fundamental para que a drogaria obtenha diversos benefícios. Na sequência, apresentaremos os principais deles. Acompanhe!

Preços diferenciados

Sem sombra de dúvidas, um dos maiores benefícios que as farmácias têm ao estabelecer um bom relacionamento com os seus fornecedores é a conquista de preços diferenciados. Dessa forma, os itens podem ser comprados com um valor menor, o que permite repassar esse desconto ao consumidor final.

Se você conseguir cobrar menos de seus clientes, eles sempre comprarão na sua farmácia e não em uma concorrente.

Otimização dos processos de trabalho

Quando você tem uma boa relação com o fornecedor farmacêutico, não precisa perder muito tempo explicando as suas preferências, por exemplo. Com o tempo, a empresa que atende a sua drogaria saberá como você gosta de trabalhar com prazos e pagamentos.

Dessa maneira, há uma otimização dos processos de trabalho e o desenvolvimento de ações internas se torna mais eficiente. Tudo isso resulta em mais tempo para você se dedicar ao planejamento de estratégias para que a sua farmácia siga sempre crescendo.

Menos burocracia para compra de produtos

A parceria entre empresas tende a reduzir burocracias para ambas as partes. Como explicamos, as suas preferências serão conhecidas e, assim, os processos serão simplificados.

A simplificação dos processos é fundamental para as farmácias. Isso porque os processos acontecerão com mais rapidez e você não perderá muito tempo fazendo formulários e fazendo orçamentos, por exemplo.

Prioridade para entregas urgentes

É natural que você tenha momentos em que precisará de entregas urgentes na sua farmácia. Nesses casos também é muito importante ter um bom relacionamento com o seu fornecedor farmacêutico.

Para manter a parceria, o fornecedor farmacêutico fará movimentações para que nada falte em seu estoque em situações de emergência. Assim, você garante as suas prateleiras sempre cheias e com os itens mais comprados na sua drogaria.

Conclusão

Após saber quais são as melhores ações para escolher um fornecedor farmacêutico e quais os benefícios disso para o seu negócio, chegou o momento de colocar todo esse aprendizado em prática.

Outros materiais interessantes para os empresários do ramo farmacêutico podem ser encontrados em nossa página no Facebook e em nosso canal do YouTube. Não deixe de acompanhar e se informar sobre as tendências do setor.

Fale agora mesmo com um especialista para conhecer nossas soluções para sua farmácia. Ou se preferir, chame no WhatsApp!

fale agora com o consultor inovafarma
Compartilhar
Compartilhar
Twittar
Pin