Guia Completo: Passo a passo de como montar uma farmácia do zero

Você acabou de se formar na faculdade de farmácia e quer começar a investir no seu próprio negócio, mas ainda não sabe como montar uma farmácia? Bem, isso não é nada fácil, por isso criamos o guia fácil que vai te mostrar o passo a passo inicial para você ter um ponto de partida para iniciar o seu negócio!

Vamos responder as seguintes perguntas:

  • O que é melhor: montar ou adquirir uma farmácia?
  • Primeiros passos de como montar uma farmácia;
  • Quais os Prós e Contras de como montar uma farmácia ou drogaria?;
  • É melhor iniciar um negócio do zero ou embarcar em algo que já está no mercado?;

Isso tudo dependerá de alguns fatores que devem ser analisados antes de saber como montar uma farmácia. Então continue a leitura para saber os detalhes de como montar uma farmácia!

Recomendado para você:

>>100 sugestões de nomes de farmácia e drogaria para você colocar no seu novo negócio

>> Projeções e expectativas do mercado farmacêutico para os próximos anos

>> Como escolher o sistema ideal para sua farmácia ou drogaria?

>> Descubra o modelo de negócio ideal para colocar em prática na sua farmácia

Sumário

O que é farmácia?

Antes de saber como montar uma farmácia, é fundamental entender que esse local é todo estabelecimento de saúde que tem a atividade regulamentada pelas Leis nº 13.021/14 e nº 5.991/73. Esse local é destinado à prestação de serviços de:

  • assistência farmacêutica;
  • acesso à saúde;
  • orientação sanitária individual e coletiva;
  • manipulação e dispensação de medicamentos.

Ainda segunda a legislação, a farmácia é classificada conforme sua natureza de:

  • Farmácia sem manipulação (conhecidas como drogarias);
  • Farmácias com manipulação. 

Diante dessas definições, o importante é você definir claramente se sua farmácia, além de dispensar e vender medicamentos, também irá ou não manipular insumos farmacêuticos.

Isso é necessário pois para cada escolha de como montar uma farmácia, você terá que cumprir outras normas e providenciar diferentes documentos. Caso você decida apenas comercializar medicamentos, você estará abrindo uma drogaria. 

Ebook - Marketing Sensorial

>> Explicamos qual a diferença entre farmácia e drogaria para você nunca mais errar!

>> Quem são os responsáveis técnico e legal da farmácia?

O que é preciso para montar uma drogaria (farmácia sem manipulação)?

Conhecer as Resoluções e Normativas

Existem uma série de normas técnicas e recomendações sanitárias. Todas elas estão regulamentadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) através da Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) nº 44/2009. Também a farmácia precisa seguir a regulamentação da atividade farmacêutica, conforme estabelecido pelo Conselho Federal de Farmácia (CFF) por meio da Resolução CFF 357/2001.

O que é RDC?

A Resolução da Diretoria Colegiada ou RDC, é uma diretoria da ANVISA composta por cinco integrantes, que permanecem durante três anos, e não podem se reeleger consecutivamente. O Senado Federal é responsável por indicar e decidir quais os nomes para essas cadeiras.

Dentre esses cinco diretores, apenas um é nomeado como diretor-presidente pelo próprio Presidente da República. Compete à essa diretoria decidir quais as regras sanitárias terão que ser cumpridas.

No caso de como montar uma farmácia, antes deve seguir a regulamentação da RDC n°44/2009, que estabelece as regras e condições sanitárias mínimas para o funcionamento, dispensação e comercialização de produtos e prestação de serviços farmacêuticos.

Caso haja alguma decisão de caráter urgente, que não possa ser esperado, a ANVISA pode emitir decretos, que após publicados no diário oficial, já entram em vigor com força de lei. Quando há necessidade de editar apenas algum detalhe de uma regulamentação, por exemplo, o diretor-presidente pode emitir uma portaria.

O que é ANVISA?

Também é importante antes de saber como montar uma farmácia, o básico sobre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), sendo criada pela Lei nº 9.782/99, uma autarquia em regime especial do Ministério da Saúde, isso significa que apesar de estar subordinada ao Governo Federal, ela tem total autonomia para executar serviços de interesse da população ou do próprio Estado. A atuação da ANVISA se estende por todo o território nacional, estando presente nas:

  • fronteiras;
  • portos;
  • aeroportos; e
  • demais recintos alfandegários.

Exerce total controle sanitário sobre quaisquer produtos e serviços, sejam eles nacionais ou importados, como:

  • alimentos;
  • medicamentos;
  • cosméticos;
  • saneantes;
  • produtos médicos;
  • sangue e hemoderivados;
  • tabaco e seus derivados; e
  • serviços de saúde.

A ANVISA é responsável pela:

  • regulamentação;
  • registros e autorizações;
  • fiscalização e monitoramento;
  • vigilância sanitária;
  • educação e pesquisa.

Ela também possui um importante programa de controle sobre os medicamentos que tenham classe terapêutica psicotrópica ou antimicrobiana. Através do Sistema Nacional de Gerenciamento de Produtos Controlados (SNGPC), é possível monitorar as movimentações de entrada e saída na farmácia, tudo de forma digital. O farmacêutico fica responsável por notificar a ANVISA, sobre compras e transferências, vendas e perdas desses medicamentos.

Regras básicas de funcionamento da farmácia

Antes de montar a drogaria você precisa conhecer e estar ciente dessas regras de funcionamento. Por exemplo: o responsável legal da farmácia não pode desautorizar qualquer orientação do responsável técnico, ou seja, o farmacêutico é o responsável pela estocagem e dispensação dos medicamentos.

Outro ponto que muitas desconhecem é o fato da obrigatoriedade das farmácias ou drogarias fazem plantão usando um sistema de rodízio, para que a população não fique desassistida, isto é, as pessoas sempre encontrem um estabelecimento aberto.

Porém cada município tem suas próprias normas em relação à essa obrigatoriedade, então você deve consultar a vigilância sanitária local.

O que podem ser vendidos nas farmácias e drogarias?

São permitidos a venda de:

  • medicamentos;
  • drogas vegetais;
  • vacinas, soros;
  • plantas medicinais,
  • cosméticos e perfumes;
  • produtos de higiene pessoal;
  • produtos médicos e para diagnóstico in vitro;
  • além de alimentos para fins especiais.

>> Lista Completa: 100 medicamentos mais vendidos no Brasil

Entretanto cada estado possui sua própria legislação com exceções nos itens que podem ser comercializados em farmácias e drogarias. Hoje já é possível encontrar uma série de produtos que não possuem relação direta com a promoção da saúde, como:

  • produtos de conveniência (água, chocolate, bebidas);
  • alguns itens de mercearia;
  • brinquedos e jogos, etc.  

Por exemplo, no estado de São Paulo, a Lei nº 12.623/2007 permite que sejam vendidos, além dos medicamentos:

  1. filmes fotográficos;
  2. leite em pó;
  3. pilhas;
  4. meias elásticas;
  5. colas;
  6. cartões telefônicos;
  7. cosméticos;
  8. isqueiros;
  9. água mineral;
  10. produtos de higiene pessoal;
  11. bebidas lácteas;
  12. produtos dietéticos;
  13. repelentes elétricos;
  14. cereais matinais;
  15. balas, doces e barras de cereais;
  16. mel;
  17. produtos ortopédicos;
  18. artigos para bebê;
  19. produtos de higienização de ambientes.

Novamente você precisa consultar a legislação local para saber se é possível expandir o mix de produtos além dos itens de saúde, antes de conhecer como montar uma farmácia.

>> Lista dos produtos correlatos que não podem faltar na sua drogaria

Qual investimento para montar uma farmácia?

Normalmente antes de saber como montar uma farmácia, o capital inicial é muito mais alto para iniciar do zero do que adquirir um estabelecimento já existente no mercado, além de exigir um amplo planejamento.

Em muitos casos, é preciso analisar:

  • o ponto onde a farmácia está localizada é muito caro;
  • o aluguel do espaço não condiz com as condições do local;
  • existe fluxo adequado de pessoas?;
  • há transporte público, vias de acesso?;
  • existem pendências com a Vigilância Sanitária ou com a Receita Federal?

Enfim, cada caso depende de uma análise mais completa. Existem muitas farmácias à venda que são verdadeiras minas de ouro:

Mas por falta de boa gestão ficam no prejuízo, sendo ofertadas no mercado à outros empresários. É importante você ter ciente disso antes de saber como montar uma farmácia, pois eventualmente pode aparecer uma oportunidade dessas.

Quanto fatura uma farmácia de pequeno porte?

De modo geral uma farmácia de pequeno porte tende a se enquadrar no Regime Tributário Simples Nacional, ou seja, seu faturamento fica na casa dos 360 mil reais durante o ano, claro que isso pode variar conforme a região e sazonalidade.

Não adianta deslumbrar altos números de vendas, viva a realidade do momento. Ter os pés no chão, e sempre buscar conhecimento sobre o que está ocorrendo no mercado é dos primeiros passos de como montar uma farmácia. Isso fará total diferença na hora de decidir sobre comprar ou montar sua farmácia.

Não pense que o varejo farmacêutico irá te deixar milionário da noite para o dia. Você terá que derramar muito suor para manter o negócio próspero. São alguns dos desafios diários de como montar uma farmácia:

Qual seu conhecimento do negócio?

Não cometa o erro de “cair de paraquedas” em algo que você não conhece. Faça cursos, estude sobre o mercado de varejo farmacêutico, e principalmente, pergunte se você realmente gosta desse ramo de atividade. Mesmo que for terceirizar funções administrativas, somente com conhecimento do negócio poderá tomar decisões assertivas.

Plano de negócio de como montar farmácia

Depois de responder todas essas perguntas iniciais, é necessário colocar absolutamente tudo no papel, através do Plano de Negócios!

O Plano de Negócios, também conhecido como “Plano Empresarial”, se trata de um documento que descreve em detalhes todas as informações, ideias, riscos, concorrentes, perfil de cliente, público alvo, estratégias de marketing, plano financeiro, estrutura física, equipamentos, funcionários, enfim, sobre a empresa.

Tanto para montar uma farmácia ou comprar uma já aberta, é necessário elaborar o plano de negócios, pois além de ser um ótimo instrumento norteador para o empresário, poderá atrair investimentos, através de sócios ou investidores.

O Plano de Negócios deve ser capaz de responder as seguintes perguntas:

1. Que tipo de negócio você está planejando?

Você atuará somente no ramo de varejo farmacêutico? Local, estrutura, equipamentos, funcionários, estacionamento, transporte, movimentação de pessoas? Levou isso em consideração antes de saber como montar uma farmácia?

2. Quais produtos e serviços vai oferecer?

Nem só de medicamentos é composto o faturamento da farmácia! Existem muitos outros itens, e dependendo do modelo de negócio, os medicamentos acabam sendo menos rentáveis do que outros produtos. Então antes de saber como montar uma farmácia, busque identificar qual modelo de farmácia você está buscando:

  • Sua farmácia será de manipulação ou apenas uma drogaria?
  • Já pensou no mix de produtos?
  • Qual seu público-alvo?
  • Qual será seu perfil de atuação, produtos mais populares, correlatos e perfumaria ou medicamentos de referência?
  • Qual será seu diferencial sobre a concorrência?
  • O que fará as pessoas entrarem no estabelecimento?

3. Qual sistema vai utilizar?

Muitas pessoas focam somente como montar uma farmácia e acabam esquecendo que vão precisar de um bom sistema para farmácia. Então, você deve pensar em qual sistema irá automatizar os processos de:

  • venda de produtos e compra de mercadorias;
  • emissão de nota fiscal;
  • que seja capaz de auxiliar na gerência financeira;
  • exibir relatórios de vendas;
  • gerenciar produtos controlados de forma fácil e intuitiva.

4. Quais são as suas oportunidades de crescimento?

Faça essas perguntas e seja capaz de responder antes de saber como montar uma farmácia:

5. Quem são seus concorrentes?

  • Você já listou todas as farmácias e demais estabelecimentos que competem com você?
  • Qual a margem de lucro deles? E os descontos praticados? O perfil dos clientes?
  • A quanto tempo os concorrentes estão no mercado?
  • Quais suas ações para se manter no mercado?

6. Como vai promover suas vendas?

Pense nos seguintes pontos antes de saber como montar uma farmácia:

  • Com será a divulgação da sua farmácia?
  • Fará eventos, anúncios, panfletos?
  • Será que isso irá atrair os clientes?
  • Quem serão os seus fornecedores?
  • Já fez a cotação de preços junto aos fornecedores?
  • Verificou quais as vantagens e desvantagens de cada um?
  • Quais as condições de pagamento?

7. Qual a imagem sua farmácia vai passar para os clientes?

  • Qual a qualificação dos seus colaboradores?
  • Como será o atendimento aos clientes?
  • Terá um pós-venda?
  • Quantos farmacêuticos serão necessários?
  • Terá entrega à domicílio?

8. Qual o faturamento estimado para o 1º ano?

Fazer a projeção de faturamento é muito importante para ter uma melhor previsibilidade de como montar uma farmácia:

  • Quanto de lucro você calcula que irá conseguir no primeiro ano?
  • Fez as estimativas das despesas fixas e variáveis?
  • Aluguel, energia elétrica, água, salários, pró-labore, comissões, fornecedores, impostos, equipamentos, treinamentos.

9. Qual será o fluxo de caixa?

  • Quanto de dinheiro irá entrar efetivamente no caixa?
  • Você terá um crediário?
  • Qual será o seu giro, ou seja, o dinheiro que terá que ter em caixa para manter seu negócio?
  • Quantos produtos terão que vender no dia, no mês, no ano, para atingir o ponto de equilíbrio?

10. Qual será o capital para investir em mobiliário?

Quanto será gasto na compra de computadores, instalações, baias, balcões, materiais de escritórios e limpeza, gôndolas, etc. Também são itens fundamentais de como montar uma farmácia.

Sem dúvida são muitas questões a serem respondidas, mas são fundamentais para você saber como montar uma farmácia e evitar futuras frustrações.

Após finalizar o Plano de Negócios você será capaz de responder se como montar farmácia é viável ou não para o seu perfil de empreendedor. Se a resposta for sim, então é hora de colocar a “mão na massa”!

Como montar uma farmácia do zero?

Primeiros passos de como montar uma farmácia

1. Decidir sobre Empresário Individual ou Sociedade Empresária

Antes de saber como montar uma farmácia você precisa escolher se o negócio será somente seu ou terá participação de outras pessoas. Se a farmácia será somente sua, então você será um Empresário. Mas se outras pessoas também vão ser donas de parte da farmácia, então vocês serão uma Sociedade Empresária.

Outro importante detalhe é sobre a idade mínima para ser Empresário ou participar de uma Sociedade Empresária, que no Brasil é a partir dos 18 anos. No caso de pessoas emancipadas, a idade é entre 16 a 18 anos.

2. Escolha do local para o estabelecimento

Para solicitar a documentação necessária para você saber como montar uma farmácia, antes é preciso encontrar um local adequado, que cumpra com as legislações sanitárias e possa oferecer condições para a dispensação de medicamentos.

Ambiente

O local dever ter infraestrutura para os ambientes:

  • administrativo;
  • recebimento e armazenagem dos produtos;
  • venda de medicamentos;
  • depósito de material de limpeza; e
  • sanitários.

O piso, paredes e o teto devem ser lisos e impermeáveis, para facilitar a limpeza e garantir fácil higienização do local, evitando o acumulo de sujeitas que podem contaminar os medicamentos. A iluminação e a ventilação devem ser adequadas. Pouca iluminação e falta de ventilação podem ocasionar transtornos tanto para os clientes como para os funcionários.

No local deve ter água potável, e caso houver o armazenamento em caixa d’água, a mesma deve ser limpa periodicamente e não estar acessível aos animais. Os extintores de incêndios, são itens de segurança obrigatórios. Deve haver quantidade suficiente para o local, e todos estarem em perfeitas condições de funcionamento conforme legislação específica.  

Do lado de fora, é necessário que haja letreiro bem visível e que identifique facilmente a farmácia. A acomodação de estacionamento também é total responsabilidade da farmácia.

Banheiros

O sanitário tem que ser de fácil acesso para todos, possuir pia com água corrente, sabonete líquido, toalha de uso individual e descartável e lixeira com pedal e tampa.

Sala de serviços farmacêuticos

Para a farmácia que deseje prestar atendimentos de saúde, deve possuir local, de no mínimo 3 metros quadrados, que garanta a privacidade e o conforto para a prática dos procedimentos. O ambiente não pode ter acesso ao sanitário, e deve conter:

  • lavatório com água corrente;
  • sabonete líquido;
  • tolha de uso individual e descartável;
  • gel bactericida; e
  • lixeira com pedal e tampa.

Outras observações de como montar uma farmácia

Os pertences dos funcionários, como capacetes, brincos, bolsas, blusas, dentre outros, devem ser guardados em local específico. Salas de descanso e refeitórios são facultativos, mas se houverem, devem estar separados dos demais ambientes. 

A farmácia tem que possuir um programa de desratização e desinsetização, sendo realizada periodicamente por empresa competente devidamente licenciada, evitando assim a entrada de insetos, roedores ou quaisquer outros animais.

Caso a farmácia também deseje manipular medicamentos, é necessário possuir um laboratório que cumpra uma série de normas ainda mais específicas. Consulte a RDC 44/2009 para os detalhes técnicos.  

Caso haja o descumprimento dessas obrigações, a farmácia poderá ter seu alvará de funcionamento caçado e dependendo da situação, seu responsável legal pode sofrer ações judiciais.

Como montar uma farmácia: questões que passam desapercebidas

O imóvel está regularizado?

Fique atento se o imóvel está:

  • regularizado junta aos órgãos municipais (possui o Habite-se);
  • não está numa zona de risco (desabamentos);
  • o IPTU está em dia com a prefeitura;
  • se a planta do imóvel está conforme a estrutura física construída no local;
  • verifique se no endereço é permitida montar uma farmácia (alguns municípios possuem leias específicas)

O público alvo da farmácia está nesse local?

Antes de fechar qualquer contrato de locação ou mesmo comprar o imóvel, faça uma pesquisa mercadológica e busque informações de:

  • quantas pessoas passam pelo local?
  • existem vias de fácil acesso (rodovias, ruas, avenidas)?
  • existem outras farmácias por perto (concorrentes)?
  • qual o perfil de pessoa que costuma frequentar esse local (idosos, jovens, trabalhadores, mulheres, homens, crianças)?
  • existe segurança no local (possui histórico de violência, assaltos)?

Todas essas questões precisam estar claras para você poder traçar o plano estratégico quando for montar a farmácia.

3. Reunir a documentação necessária para montar uma farmácia

Documentos de como montar uma farmácia

O processo de constituição de uma empresa no Brasil ainda é muito burocrático e exige uma série de documentação, que pode variar conforme a região do país. O aconselhável é buscar ajuda com um profissional de contabilidade de sua confiança. Mas em via de regra, você terá que providenciar:

  • RG e CPF de todos os sócios da farmácia;
  • Comprovante de endereço de todos os sócios;
  • Contrato Social (“certidão de nascimento da empresa”);
  • Documento de Registro da Junta Comercial (no caso de SP é a JUCESP) – registo do nome da empresa
  • Cadastro Nacional de Pessoa Jurídica (CNPJ) – solicitado junto à Receita Federal
  • Contrato de locação do imóvel registrado em cartório (quando é alugado);
  • Declaração do Proprietário (quando é cedido); 
  • IPTU do imóvel onde será a farmácia;
  • Habites do imóvel junto à Prefeitura;
  • Laudo do Corpo de Bombeiros (necessário vistoria no local);
  • Inscrição na Prefeitura;
  • Inscrição na Vigilância Sanitária;
  • Registro do Conselho Federal de Farmácia (do seu estado);
  • Entre outros formulários e guias específicas de cada estado e município.

Quais impostos a farmácia tem que pagar?

Isso vai depender do enquadramento tributário e o quanto a farmácia fatura. Mas grande parte das farmácias, que tem o faturamento entre 360 mil a 4.8 milhões por ano, o enquadramento costuma ser pelo Simples Nacional. Dessa forma é recolhido mensalmente pela guia DAS:

  • Renda da Pessoa Jurídica (IRPJ);
  • Produtos Industrializados (IPI);
  • Contribuição Social sobre o Lucro Líquido (CSLL);
  • Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (COFINS);
  • Contribuição para o PIS/Pasep;
  • Contribuição para a Seguridade Social (cota patronal);
  • Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestações de Serviços (ICMS);
  • Serviços de Qualquer Natureza (ISS) – municipal.

>> O que a Farmácia precisa saber sobre Como Emitir Nota Fiscal NFe, NFCe, SAT e ECF?

Contratação de colaboradores

O recomendado é contratar sob o regime da CLT (Consolidação das Leis Trabalhista), ou seja, carteira assinada. Dessa forma a farmácia terá que recolher os encargos trabalhistas de:

  • fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS);
  • férias remuneradas;
  • 13º salário;
  • Descanso Semanal Remunerado (DSR);
  • além de outros (dependendo de sindicadores e categorias).

O ideal é consultar um escritório de contabilidade de sua confiança e buscar maiores informações, pois em cada região do país existem peculiaridades que precisam ser respeitadas.

>> Como Fazer Treinamento Eficiente e Farmácia Lucrativa

Quantos colaboradores preciso contratar para montar uma farmácia?

Como montar uma farmácia vai exigir a contratação imediata de um farmacêutico (registrado e ativo no Conselho Federal de Farmácia – CFF) para que fique presente no local, então esse profissional é o primeiro que precisa ser contratado.

No começo o ideal é ter um quadro mínimo colaboradores, à medida que for tendo mais demanda ir aumentando as contratações. São essenciais para iniciar as operações de venda:

  • 1 farmacêutico (responsável técnico) 
  • 1 gerente (responsável pelo financeiro / compras)
  • 1 balconista (que também pode fazer a função de caixa)
  • 1 entregador (caso a farmácia for trabalhar com entregas à domicilio)

Se você for farmacêutico e dono da farmácia, então você será o responsável técnico e o responsável legal do estabelecimento, não havendo a necessidade da contração de 2 pessoas.

Quais as vantagens e desvantagens de como montar uma farmácia?

Vantagens de montar uma farmácia:

  • Menor valor de investimento;
  • Estrutura nova;
  • Layout novo, moderno, adequado;
  • Sem herança de problemas.

Desvantagens de montar uma farmácia

  • Tempo de retorno mais longo;
  • Risco de não atingir o ponto de equilíbrio;
  • Sem poder de barganha com fornecedores;
  • Sem carteira de clientes formada.

Quais as vantagens e desvantagens de comprar uma farmácia já pronta?

Vantagens de comprar uma farmácia

  • Carteira de clientes já formada;
  • Menor risco do investimento;
  • Menor investimento em marketing.

Desvantagens de comprar uma farmácia

  • CNPJ pode ter antecedentes negativos;
  • Herança de colaboradores problemáticos;
  • Possíveis problemas com a Vigilância Sanitária e fisco.

O que é melhor: montar do zero ou comprar uma farmácia pronta?

Cada caso é um caso! Não existe uma escolha certa! É preciso analisar o mercado e as oportunidades, fazer um bom Plano de Negócios e verificar se é melhor adquirir ou apostar em como montar uma farmácia num determinado local.

Conclusão

Esses são só os primeiros passos necessários para de como montar uma farmácia, ainda existem muitos outros, mas agora você já tem uma boa noção e um ponto de partida para começar do zero o seu próprio negócio.

E claro que você também vai precisar de um bom sistema para automatizar e gerenciar sua farmácia. E nisso podemos te ajudar!

Peça agora sua demonstração gratuita! Fale agora mesmo com o especialista para conhecer nossas soluções para sua farmácia. Se preferir, chame no WhatsApp!

Se inscreva no nosso Canal do YouTube e siga nossas páginas do Facebook e Instagram! Lá você encontra muito mais conteúdo sobre gestão e varejo farmacêutico. Garanto que você vai aproveitar muita coisa!

fale agora com o consultor inovafarma

3 comentários em “Guia Completo: Passo a passo de como montar uma farmácia do zero”

Os comentários estão encerrado.

Compartilhar
Compartilhar
Twittar
Pin