Como fazer o seu próprio convênio farmácia para empresas.jpg

5 passos para fazer o seu próprio convênio farmácia para empresas

Convênio farmácia é uma estratégia que ainda não é usada por muitos estabelecimentos do varejo farmacêutico. Acontece que o termo convênio farmácia para empresas acaba sendo confundido com os Programas de Descontos em Medicamentos, os PBMs. Existe uma diferença entre eles! 

Isso acaba prejudicando as estratégias de vendas, uma vez que o consumidor está em busca de descontos na hora da compra, e o convênio farmácia possibilita oferecer essa vantagem competitiva, quando planejado de forma adequada! 

Contudo, antes de oferecer um convênio na farmácia é preciso entender como funciona o convênio farmácias para empresas. E nesse artigo vamos te explicar o que é convênio farmácia e como colocar em prática dentro da sua loja. Confira! 

faça vendas na internet

Recomendamos para você:

>> Lista Completa: 55 frases para propaganda de farmácia e drogaria

>> Guia Completo do Atendimento Farmacêutico

>> Portal da Drogaria: Guia Completo de dúvidas respondidas para sua farmácia

Convênio farmácia o que é?

Antes mesmo de entender o que é convênio farmácia e como funciona, precisamos saber o que convênio significa:

Convênio é uma forma de ajuste entre participantes, com o objetivo do interesse comum entre ambos, por meio da colaboração das partes. 

Trazendo esse conceito para o convênio farmácia, ele acontece quando é firmado um acordo entre duas partes (farmácia e outra empresa), sendo estabelecido regras para cada parte envolvida.

Convênio farmácia como funciona

Convênio-farmácia-como-funciona

Para melhor entendimento de como funciona o convênio farmácia, vamos imaginar o seguinte exemplo:

Suponha que na sua região existe uma grande rede de supermercado com um número elevado de trabalhadores. Nesse caso, há um grande potencial de clientes para a farmácia, ou seja, fazer com que os colaboradores do supermercado também façam compras na farmácia.

Para isso, a farmácia pode entrar em contato com esse supermercado e sugerir uma parceria em forma de convênio. Então todo colaborador do supermercado poderá ter desconto na compra de determinados medicamentos.

Ao final de cada mês, é feito o fechamento do convênio: a farmácia envia uma listagem de todas as compras feitas pelos colaboradores do supermercado, para que receba o valor.

Logo, o supermercado repassa esse valor para folha salarial dos colaboradores que fazem parte do convênio farmácia.

Veja que todas as partes saem beneficiadas:

  • A farmácia aumenta o número de vendas e clientes;
  • O supermercado pode oferecer o convênio como forma de benefício;
  • Os colaboradores podem comprar medicamentos com maiores descontos.

Vantagens do convênio para a farmácia

  • Fidelização do cliente (volta a comprar na farmácia);
  • Melhora a imagem da farmácia (cliente se sente cuidado);
  • Marketing boca a boca (clientes falando de bem de forma espontânea).

Vantagens do convênio para as empresas

  • Benefício competitivo para atrair novos talentos;
  • Retém o bom funcionário na empresa;
  • Promove a valorização do funcionário;
  • Débito automático em folha de pagamento;
  • É possível definir o limite de desconto (previsibilidade).

Vantagens para os clientes conveniados

  • Descontos diferenciados na compra de medicamentos;
  • Desconto na compra de outros produtos não-medicamentos.

A farmácia pode ter vários convênios com as empresas locais, e cada qual ter suas regras específicas conforme estabelecido entre as partes. É uma ótima forma de alcançar novos clientes e consequentemente aumentar o faturamento!

Convênio próprio da farmácia

Além dessa forma de convênio entre a farmácia e outras empresas, a farmácia pode oferecer seu próprio convênio! Nesse caso podemos chamar o “próprio convênio” de Programa de Fidelidade.

Indo além dos benefícios para os colaboradores das empresas conveniadas, a farmácia também pode expandir os descontos em medicamentos para os seus próprios colaboradores!

É uma ótima forma de reter talentos (bons colaboradores), além de chamar a atenção dos bons profissionais para trabalharem na farmácia!

eBook black friday op1

Outros tipos de convênio: médico e PBM

Além do convênio farmácia, como já explicamos acima, existem outros tipos de convênios no mercado, sendo os mais conhecidos: Convênio Médico e PBM. Abaixo explicamos de forma resumida a diferença desses tipos de convênios para o convênio farmácia.

O que é convênio médico?

Ao contrário do convênio farmácia, o convênio médico é oferecido pelos planos de saúde e até mesmo por instituições financeiras, como por exemplo:

  • convênio médico Bradesco;
  • convênio médico Porto Seguro;
  • convênio médico Unimed;
  • convênio médico Amil.

No convênio médico, a empresa conveniada disponibiliza uma série de descontos para os conveniados, incluindo o desconto na compra de medicamentos em farmácias e drogarias participantes do convênio. 

Porém, isso é apenas uma parte dos benefícios, pois o convênio médico é bem mais abrangente e tem foco na prestação de serviços, como por exemplo consultas médicas e procedimentos cirúrgicos. 

Para que a farmácia faça parte dos estabelecimentos participantes dos descontos no convênio médico, é preciso entrar em contato individualmente com a empresa administradora do convênio médico para solicitar o credenciamento. 

Qual a diferença entre convênio farmácia e convênio médico?

No convênio médico a farmácia precisa ser participante dos programas, isto é, precisa estar cadastrada junto à empresa administradora do convênio médico, para que assim possa oferecer os benefícios do convênio para os clientes.

Já no convênio farmácia, o programa é oferecido pelo próprio estabelecimento, ou seja, as regras de desconto e formas de adesão dos clientes é definido somente pela farmácia junto com a empresa participante, sem qualquer tipo de intermediários ou empresas terceiras. 

Qual a diferença entre convênio farmácia e PBM?

Um outro tipo de convênio que o consumidor pode encontrar no mercado farmacêutico são os PBMs – Programas de Benefício em Medicamentos. Eles geralmente são oferecidos pela indústria farmacêutica por meio dos laboratórios e distribuidores de remédios

Como também acontece com os convênios médicos, os PBMs também são administrados por empresas terceiras, que nesse caso, costumam ser os laboratórios.

Para que a farmácia possa oferecer os descontos e vantagens dos PBMs, é preciso ser credenciada junto aos programas. O primeiro passo é saber quais laboratórios oferecem esse tipo de convênio com a farmácia.

Se você quer entender melhor sobre PBMs e conferir a lista completa dos principais programas de benefícios do mercado, confira nosso Guia PBM!

Passo a Passo para criar um convênio farmácia

Vantagens-do-convênio-para-a-farmácia

1º Passo: Estabelecer as regras e obrigações entre empresas

No primeiro passo é definido as condições de cada empresa envolvida no convênio farmácia, as disposições gerais e os dados da conveniente e conveniada, para posteriormente assinar o contrato de convênio. É aqui que as empresas “sentam” e conversam sobre como será o convênio: Por exemplo: 

CONVENIENTE

FARMÁCIA BEM ESTAR, sediada na cidade de Jales do Estado de São Paulo, na Avenida Francisco Jales, nº 100, inscrita no CNPJ sob o número 00.000.000/0001, representada neste ato pelo Sr. Fulano de Tal, brasileiro, casado, administrador, portador da Cédula de Identidade RG nº 00.000.000-0, inscrito no CPF sob o número 000.000.000-00, residente e domiciliado em Jales/SP, na Rua Dez, nº 1688, Jardim Maria Paula.                

CONVENIADA

  • Nome empresarial:
  • Endereço comercial:
  • Cidade:
  • Dados do Representante:

CONTRATO DO CONVÊNIO

  • Beneficiários (pessoas que podem participar)
  • Lojas participantes
  • Prazo de vigência (início e fim do convênio)
  • Formas de pagamento
  • Prazos de fechamento
  • Obrigações da conveniada;
  • Obrigações do conveniente;
  • Cláusulas de quebra de contrato (penas para quando há descumprimento do contrato);
  • Definição de foro (para futuras dispostas judiciais);
  • Anexo de documentos;
  • Disposições gerais (outros detalhes pertinentes do convênio farmácia);
  • Assinatura das partes envolvidas.

2º Passo: Definir as regras do convênio

Produtos participantes

Nesse momento a farmácia precisa estabelecer quais medicamentos ou demais produtos não-medicamentos que farão parte do convênio farmácia. Uma dica é usar o próprio sistema de farmácia para identificar os produtos de maior e menor procura pelos clientes.

É recomendado “balancear” os produtos participantes, pois não vai ser muito efetivo oferecer descontos no convênio farmácia para itens de pouca procura. Os consumidores não vão se interessar no seu convênio farmácia.

Por outro lado, se você oferecer desconto somente em produtos de grande giro, ou aqueles com alta margem de lucro, poderá comprometer o fluxo de caixa da farmácia.

Formas de pagamento

Após listar os produtos que serão participantes do convênio farmácia, agora é hora de definir quais serão as regras para cada forma de pagamento. Você pode fazer isso para cada grupo de produto e então definir a regra de desconto conforme a forma de pagamento. Por exemplo: 

Exemplo de regra genérica de convênio farmácia

Forma de Pagamento: À vista (dinheiro)

Forma de Pagamento: À prazo (parcelado no cartão)

Forma de Pagamento: Cheque e Crediário

  • Desconto de 0% para qualquer produto ou categoria participante do convênio farmácia

Exemplo de regra específica de convênio farmácia

Forma de Pagamento: À vista (dinheiro)

Total de desconto: 20%

Produtos participantes:

  • Losartana Potássica (Neo Química)
  • Citrato de Sildenafila (Neo Química)
  • Levotiroxina Sódica (Merck)
  • Citrato de Sildenafila (Eurofarma)
  • Dipirona Sódica (Neo Química)
  • Ivermectina (Vitamedic)
  • Saxenda (Novo Nordisk)
  • Xarelto 20mg (Bayer Farma)
  • Glifage XR (Merck)

Forma de Pagamento: À prazo (parcelado no cartão)

Total de desconto: 10%

Produtos participantes:

  • Dorflex (Sanofi)
  • Avicis (Galderma)
  • Finasterida (Germed)
  • Restylane (Galderma)
  • Jardiance (Boehringer Ingelheim)
  • Xigduo XR (AstraZeneca)
  • Addera D3 (Mantecorp Farmasa)

Deixe bem claro para o consumidor a porcentagem de desconto para cada produto ou categoria de produto participante do convênio farmácia. Todas essas informações deverão constar no regulamento do convênio e ficar disponível para consulta pelos clientes participantes. 

Prazos de fechamento

Outro detalhe fundamental no planejamento do convênio farmácia é estabelecer os prazos de fechamento. Basicamente é o momento em que a farmácia gera uma lista com todas as compras efetuadas pelos conveniados, e então envia para a empresa conveniada realizar o pagamento.

Exemplo de fechamento de convênio:

  • Período de compras: 01 a 30
  • Dia de fechamento: 30

4º Passo: Estabelecer os processos internos

Configurar o sistema da farmácia

No próximo passo a farmácia deve “colocar as regras para dentro do sistema”! Na prática é preciso configurar no software de automação e gestão os clientes que farão parte do convênio farmácia.

Assim na hora da venda o sistema já traz o desconto conforme o produto ou forma de pagamento, além de registrar o histórico de compras no convênio.

No sistema InovaFarma, por exemplo, a farmácia pode contar com o Módulo Gestão de Convênios, que facilita gerenciar todos os convênios que estão ativos.

convênio farmácia - sistema inovafarma
Configurando novo convênio – InovaFarma

Para que você possa conhecer melhor na prática como funciona essa ferramenta, entre em contato com nosso consultor e peça sua demonstração gratuita!

POP para convênio farmácia

Dependendo do número de convênios que sua farmácia tiver, é importante deixar definido o Procedimento Operacional Padrão (POP) para a gestão do convênio farmácia.

Se preferir, você pode delegar a responsabilidade do convênio para um colaborador específico. Essa pessoa ficará responsável pela manutenção do convênio.

Por exemplo:

Cadastrar regras do convênio

  • [ ] criar um novo convênio dentro do sistema da farmácia;
  • [ ] configurar as porcentagens de desconto nos grupos de produtos;
  • [ ] definir descontos individuais em produtos específicos.

Cadastrar novos participantes no convênio

  • [ ] Solicitar documentos: RG, CPF, Carteira de Trabalho, Comprovante de Residência;
  • [ ] Fazer o cadastro no sistema da farmácia;
  • [ ] Definir limites máximos de compra, dependentes e pessoas autorizadas. 

Fechamento do convênio

  • [ ] Imprimir nota fiscal todo dia 30 do mês
  • [ ] Enviar nota fiscal para a empresa conveniada
  • [ ] Realizar o recebimento dos valores do convênio

Esses são apenas alguns exemplos de processos e atividades que devem ser definidos para facilitar a gestão do convênio farmácia para os colaboradores.

5º Passo: Fazer a divulgação do convênio farmácia

Agora que tudo está definido e devidamente configurado dentro do sistema da farmácia, é importante fazer com que as pessoas tenham conhecimento do convênio farmácia!

Para isso você pode investir em ações de marketing para divulgar a novidade para os clientes!

Ideias de ações para divulgar o convênio farmácia:

Conclusão

Percebeu como o convênio farmácia é uma excelente estratégia de vendas para sua loja? Porém é preciso muito planejamento antes de colocar em prática esse tipo de benefício para os clientes.

Além disso, a farmácia também precisa ter um bom sistema capaz de gerenciar todas as compras feitas no convênio. E nisso podemos te ajudar! Peça agora sua demonstração gratuita!

Ou então preencha o formulário nessa página e fale agora mesmo com o especialista para conhecer nossas soluções para sua farmácia. Se preferir, chame no WhatsApp!

Gostou de saber como funciona o convênio farmácia? Então se inscreva no nosso Canal do YouTube e nossas páginas do Facebook e Instagram para ter mais conteúdo para sua loja!

peça agora sua demonstração gratuita do INOVAFARMA