Lista dos produtos correlatos que não podem faltar na sua farmácia

Quando pensamos em farmácias e drogarias logo nos vêm à cabeça a venda de remédios, mas existem muitos outros itens que podem ser vendidos por esses estabelecimentos, chamados de produtos correlatos. Ao contrário dos medicamentos, os produtos correlatos normalmente não possuem PMC (Preço Máximo ao Consumidor), sendo, portanto, uma ótima estratégia de lucratividade.

Mas antes de apostar na venda dos produtos correlatos a farmácia precisa entender o que são esses itens e quais deles são permitidos pelas autoridades e órgãos sanitários para serem comercializados. Nesse artigo explicamos de forma simples o que são produtos correlatos, além de trazer listas de produtos correlatos mais procurados pelos consumidores. Confira!  

Leia também:

>> Lista Completa: 100 medicamentos mais vendidos no Brasil em 2020

>> 4 passos para Fazer a Exposição dos Medicamentos Isentos de Prescrição (MIPs)

>> Confira quais são os móveis para farmácias mais adequados para fazer a exposição dos produtos

>> 9 pontos de atenção na hora de montar um planograma de farmácia

O que são produtos correlatos?

Os produtos correlatos, também conhecidos popularmente como “produtos para saúde”, são todos aqueles materiais e instrumentos, e demais objetos usados na aplicação médica, odontológica ou laboratorial. Esses produtos são destinados para prevenção, diagnóstico, tratamento, reabilitação ou anticoncepção, com o objetivo de proteger a saúde do paciente de forma individual e também coletiva (população).

De acordo com a RDC nº 185/01, os produtos para saúde compreendem 3 categorias:

  • Equipamentos Médicos;
  • Materiais de Uso em Saúde; e
  • Produtos de Diagnóstico in vitro.

A ANVISA também define correlato como sendo a substância, produto, aparelho ou acessório cujo uso e aplicação esteja vinculado com a defesa e proteção da saúde individual ou coletiva, higiene pessoal ou de ambientes, ou ainda para fins diagnósticos e analíticos, cosméticos e perfumes, e também os produtos dietéticos, óticos, de acústica médica, odontológicos e veterinários.

Perfumaria, Cosméticos e Higiene Pessoal

De acordo com a RDC nº 211/05 publicado pela ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária); os itens de perfumaria, cosméticos e produtos de higiene pessoal são definidos tais como:   

“Preparações constituídas por substâncias naturais ou sintéticas, de uso externo nas diversas partes do corpo humano, pele, sistema capilar, unhas, lábios, órgãos genitais externos, dentes e membranas mucosas da cavidade oral, com o objetivo exclusivo ou principal de limpá-los, perfumá-los, alterar sua aparência e ou corrigir odores corporais e ou protegê-los ou mantê-los em bom estado”.

Teste - Abrir ou comprar farmácia

Segundo uma pesquisa realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), em 2020 o Brasil já é o 3º maior país em vendas de produtos de estética, atrás somente dos Estados Unidos e China. Esse aumento da população brasileira em busca de produtos de beleza tem vários fatores, entre eles:

  • crescimento das mulheres no mercado de trabalho (maior renda familiar);
  • tecnologia de ponta nos processos de fabricação (diminuição do preço ao consumidor);
  • lançamentos e divulgação constante de novos produtos (mídias sociais, influenciadores digitais);  
  • maior expectativa de vida (fazendo com que as pessoas se preocupem em parecerem mais jovens)

Lista de produtos de higiene pessoal

  1. Álcool em gel;
  2. Antitranspirante pédico;
  3. Aromatizante bucal;
  4. Dentifrício anticárie;
  5. Dentifrício antiplaca;
  6. Dentifrício antitártaro;
  7. Dentifrício clareador/clareador dental;
  8. Dentifrício infantil;
  9. Dentifrício para dentes sensíveis;
  10. Descolorante capilar;
  11. Desodorante antitranspirante axilar;
  12. Desodorante antitranspirante pédico;
  13. Desodorante axilar;
  14. Desodorante colônia;
  15. Desodorante corporal;
  16. Enxaguatório bucal
  17. Enxaguatório bucal antiplaca;
  18. Enxaguatório bucal anti-séptico;
  19. Enxaguatório bucal infantil;
  20. Enxaguatório capilar anticaspa/antiqueda;
  21. Enxaguatório capilar colorante/tonalizante;
  22. Enxaguatório capilar infantil;
  23. Escova dental;
  24. Escovas para cabelo;
  25. Fio dental;
  26. Produto de limpeza/higienização infantil;
  27. Produtos para banho (sais, óleos, cápsulas gelatinosas e espuma);
  28. Produtos para barbear (lâminas);
  29. Produtos para pré-barbear (espumas, géis);
  30. Repelente de insetos (uso corporal);
  31.  Sabonete abrasivo/esfoliante;
  32. Sabonete anti-séptico;
  33. Sabonete desodorante;
  34. Sabonete infantil;
  35. Talco/amido infantil;
  36. Talco/pó anti-séptico;
  37. Xampu anticaspa/antiqueda;
  38. Xampu colorante;
  39. Xampu condicionador anticaspa/antiqueda;
  40. Xampu condicionador infantil;
  41. Xampu condicionador;
  42. Xampu infantil.
  43. Xampu.

Lista de produtos de higiene pessoal feminino

  1. Absorvente interno;
  2. Absorvente;
  3. Ceras e cremes depilatórios;
  4. Depilatório mecânico/epilatório;
  5. Depilatório químico;
  6. Desodorante de uso íntimo;
  7. Lenço umedecido;
  8. Lenços Umedecidos para Higiene infantil;
  9. Óleo para limpeza facial;
  10. Sabonete de uso íntimo;
  11. Sabonete facial e/ou corporal.

Lista de cosméticos, maquiagem e perfumaria

  1. Água de colônia;
  2. Água oxigenada;
  3. Água Perfumada;
  4. Amolecedor de cutícula;
  5. Anticelulite;
  6. Ativador/acelerador de bronzeado;
  7. Base facial/corporal;
  8. Batom labial;
  9. Bloqueador Solar/anti-solar;
  10. Blush/Rouge;
  11. Brilhantinas;
  12. Brilho labial;
  13. Clareador da pele;
  14. Clareador para as unhas;
  15. Clareador para cabelos e pelos do corpo;
  16. Colônia infantil;
  17. Condicionador anticaspa/antiqueda;
  18. Condicionador infantil;
  19. Condicionador;
  20. Corretivo facial;
  21. Creme;
  22. Delineador para lábios, olhos e sobrancelhas;
  23. Demaquilante;
  24. Esfoliante;
  25. Esmalte para unhas infantil;
  26. Fixador de cabelo infantil;
  27. Fixadores de cabelo;
  28. Fortalecedor de unhas;
  29. Gel para o rosto;
  30. Kajal;
  31. Lápis para lábios, olhos e sobrancelhas;
  32. Laquês para cabelo;
  33. Loção tônica facial;
  34. Loção;
  35. Maquiagem com fotoprotetor;
  36. Máscara capilar;
  37. Máscara corporal;
  38. Máscara facial;
  39. Máscara para cílios;
  40. Modelador/fixador para sobrancelhas;
  41. Mousses, cremes e géis para modelar e assentar os cabelos;
  42. Óleo capilar;
  43. Óleo esfoliante;
  44. Óleo para as mãos;
  45. Óleo para os pés;
  46. Óleos para as pernas;
  47. Perfumes e Extrato Aromático;
  48. Pinça;
  49. Pó facial;
  50. Produto para alisar e/ou tingir os cabelos;
  51. Produto para área dos olhos;
  52. Produto para evitar roer unhas;
  53. Produto para ondular os cabelos;
  54. Produto para pele acneica;
  55. Produto para rugas;
  56. Produto protetor da pele infantil;
  57. Protetor labial com fotoprotetor;
  58. Protetor labial;
  59. Protetor solar infantil;
  60. Protetor solar;
  61. Removedor de cutícula;
  62. Removedor de esmalte;
  63. Removedor de mancha de nicotina químico;
  64. Reparadores de pontas (cabelos);
  65. Restaurador capilar;
  66. Secante de esmalte;
  67. Sombra para as pálpebras;
  68. Talco/pó;
  69. Tintura capilar temporária/progressiva/permanente;
  70. Tônico/loção Capilar;
  71. Umidificador capilar.

Lista de produtos para bebês recém nascidos e crianças

  1. algodão;
  2. banheira para banhos;
  3. bicos;
  4. chocalhos;
  5. chupetas;
  6. conta gotas;
  7. cremes para assaduras;
  8. escorredor de mamadeiras;
  9. escova de dentes para bebê;
  10. esterilizador de mamadeiras / chupetas;
  11. fraldas de tecido;
  12. fraldas descartáveis;
  13. hastes flexíveis;
  14. hidratante para bebê;
  15. hidratantes para bebês;
  16. leite em pó;
  17. leites;
  18. lenço umedecido;
  19. mamadeiras;
  20. mordedor;
  21. papinhas;
  22. porta chupetas;
  23. protetores de mamilos;
  24. sabonete líquido para bebê;
  25. shampoo para bebê;
  26. termômetro;
  27. tira-leite;

Lembrando que todos esses produtos e alimentos devem estar de acordo com a Norma Brasileira de Comercialização de Alimentos para Lactentes (NBCAL), para que seja assegurado que os alimentos vendidos não causem interferência no aleitamento materno.

Alimentos para fins especiais

Alimentos para fins especiais são todos aqueles produtos formulados ou processados especialmente para pessoas específicas que precisam seguir dietas com restrição metabólicas e fisiológicas de ingestão controlada de nutrientes.

  1. Adoçante dietético;
  2. Alimentos infantis;
  3. Alimentos para atletas;
  4. Alimentos para controle de peso;
  5. Alimentos para dietas com restrição de nutrientes (erros inatos do metabolismo);
  6. Alimentos para gestantes e nutrizes;
  7. Alimentos para idosos;
  8. Alimentos para intolerância.
  9. Alimentos para nutrição enteral;
  10. Fórmulas infantis para necessidades dietoterápicas específicas;
  11. Sal hipossódico.

Suplementos vitamínicos ou minerais

Suplementos vitamínicos ou minerais são aqueles alimentos indicados para complementar a dieta de uma pessoa saudável, quando a alimentação não é suficiente para suprir a necessidade do organismo das doses diárias de vitaminas ou minerais para o correto funcionamento do corpo.

Os suplementos são muitos utilizados para hipertrofia (ganho de massa muscular), exigindo a ingestão de grandes quantidades de proteínas e carboidratos para a rotina de exercícios físicos.

  1. Carotenóides (licopeno, luteína e zeaxantina);
  2. Óleo de cártamo;
  3. Óleo de peixe;
  4. Óleo de prímula;
  5. Suplemento de cafeína para atletas;
  6. Suplemento de creatina para atletas;
  7. Suplemento de minerais;
  8. Suplemento de vitaminas;
  9. Suplemento energético para atletas;
  10. Suplemento hidroeletrolítico para atletas;
  11. Suplemento para substituição parcial de refeições de atletas;
  12. Suplemento proteico para atletas.

Lista de Produtos de Conveniência

Os produtos de conveniência são aqueles itens que o cliente precisa no momento, principalmente quando estão com sede ou fome, ou seja, são produtos que suprem alguma necessidade imediata. São ótimos para aumentar o ticket-médio, pois são mais propensos à serem comprados por impulso.

Porém, vale ressaltar que existem regras específicas em cada estado e município do país para que a farmácia possa comercializar esses itens. Procure a vigilância sanitária da sua região e consulte os itens liberado para a venda.

  1. balas;
  2. baterias;
  3. bebidas não alcoólicas (refrigerantes, sucos, tônicos, águas, energéticos);
  4. cartão telefônico;
  5. chicletes;
  6. chocolates;
  7. cola adesiva;
  8. doces;
  9. goma de mascar;
  10. pequenos brinquedos;
  11. pilhas;
  12. pipocas;
  13. recargas de aplicativos (Google Play);
  14. recargas de celular;
  15. recargas de streming (Netflix);
  16. recargas de TV à cabo;
  17. recarregador de celular;
  18. revistas e jornais;
  19. salgadinhos;
  20. sorvetes.

Outros alimentos:

  1. chás;
  2. geleia real;
  3. mel;
  4. própolis.

Conclusão

Além de conhecer as listas de produtos correlatos que podem ser vendidos na farmácia ou drogaria, é preciso contar com um bom sistema para fazer a categorização e precificação desses itens. E nisso podemos te ajudar!

Peça agora sua demonstração gratuita! Fale agora mesmo com o especialista para conhecer nossas soluções para sua farmácia. Se preferir, chame no WhatsApp!

Gostou do assunto desse artigo? Se inscreva no nosso Canal do YouTube e nossas páginas do Facebook e Instagram para ter mais conteúdos como esse!

fale agora com o consultor inovafarma
Compartilhar
Compartilhar
Twittar
Pin