15 49.0138 8.38624 arrow 0 bullet 1 4000 1 horizontal https://www.inovafarma.com.br/blog 300 true 4000
Please assign a Header Menu.
Ruptura de estoque

Rupturas de estoque: quais os impactos na farmácia e como reduzí-las?

INOVAFARMA
5 de julho de 2019
172 Visualizações
Sempre que um cliente entra em um estabelecimento e não encontra os produtos que procura, temos as rupturas de estoque. Esse é um problema sério que, se não for observado com atenção, pode reduzir significativamente as suas vendas. Para contornar essa situação, é necessário adotar uma série de medidas, entre elas fazer uma melhor gestão...

Sempre que um cliente entra em um estabelecimento e não encontra os produtos que procura, temos as rupturas de estoque. Esse é um problema sério que, se não for observado com atenção, pode reduzir significativamente as suas vendas.

Para contornar essa situação, é necessário adotar uma série de medidas, entre elas fazer uma melhor gestão e reposição de estoque, estudar o perfil dos seus clientes e utilizar ferramentas e metodologias adequadas.

A seguir, mostramos o que você pode fazer para reduzir esse problema, bem como, quais benefícios essas ações proporcionam à farmácia. Acompanhe a leitura!

Entenda o que são rupturas de estoque e como elas impactam nas vendas

Quando um cliente não encontra um produto em uma loja, não é somente aquela venda que se perdeu, as consequências para o negócio podem ser ainda maiores. Por sua insatisfação em não encontrar o item desejado, alguns impactos negativos podem ser sentidos.

Um deles é a queda no faturamento, já que o cliente deixou de comprar. Outro fator é o fortalecimento da sua concorrência, pois, uma vez que o produto não foi encontrado, o cliente comprará do concorrente.

Há ainda a chance de o cliente simplesmente não voltar mais à sua farmácia, principalmente se essa não for a primeira vez que isso acontece.

Veja como reduzir esse problema

Com o propósito de minimizar os danos causados pela falta de alguns produtos, é preciso encontrar formas de evitar essa situação.

Melhore as negociações com os fornecedores

Manter um bom relacionamento com os fornecedores é muito importante para garantir que os prazos de entrega serão cumpridos. Portanto, faça as negociações com mais agilidade, de modo que o processo não se estenda muito e prejudique o tempo estimado para a reposição do estoque.

Conheça o seu cliente

Entender o comportamento do consumidor o ajudará a fazer um bom planejamento de compras. Para isso, estude o seu perfil, determine quais produtos têm maior aceitação, quais itens podem ser substituídos e as marcas mais procuradas. Com base nessas informações, ficará mais fácil atender as necessidades de cada um.

Além dos produtos preferidos pelos clientes, também é importante manter uma variedade de marcas. Dessa forma, ao oferecer o item que o cliente procura, tenha outras opções com preços variados para apresentar a ele.

Faça a gestão e reposição de estoque

Uma das formas mais eficientes de evitar a falta de itens é por meio de uma boa gestão e reposição de mercadorias. Dessa forma, é preciso identificar onde ocorrem as falhas que causam as carências dos produtos: se é por falta de planejamento na reposição, ou de controle, ou qualquer outro contratempo.

Estudar esses pontos ajudará a identificar o problema, portanto, facilitar a tomada de decisões assertivas a fim de resolver a situação.

Controle a sazonalidade dos produtos

Outro fator que pode causar rupturas é a sazonalidade. Existem produtos que têm maior probabilidade de vendas em determinados períodos do ano. Por essa razão, é importante manter o controle de quais são esses itens e em quais períodos há maior procura por eles.

Manter esse controle é muito importante, porque além de evitar a indisponibilidade do produto, ajudará a impedir o desperdício e a controlar o processo de compra.

Utilize a tecnologia para fazer a gestão de estoque

Controlar e monitorar todas essas informações não é uma tarefa muito simples para ser feita à mão ou em planilhas eletrônicas, pois o risco de falhas operacionais é muito grande. Por essa razão, uma opção segura e eficiente é contar com o apoio de um software de gestão.

Isso porque o sistema trabalha sob dados reais e atualizados sempre que uma movimentação é feita. Isso significa que sempre que uma venda é realizada, a quantidade é automaticamente atualizada. O mesmo acontece nas entradas de mercadorias, o que garante um controle de estoque sempre consistente.

Utilize ferramentas e metodologias adequadas

Existem diferentes formas e metodologias para fazer o controle de estoque de maneira eficiente. O ideal é combinar estas duas formas, o que garantirá um acompanhamento mais rigoroso das mercadorias.

Curva ABC

Fazer a monitoração do estoque por meio da Curva ABC pode ser uma alternativa para manter um controle eficiente e evitar rupturas. Com essa ferramenta, é feita uma classificação hierárquica dos produtos de acordo com a importância financeira que eles têm para a farmácia.

Os itens classificados como A, representam fisicamente 20% do estoque. Já a representação financeira é de 80% sob o valor faturado. O ideal é que as vendas desses produtos ocorram em até 15 dias. Além disso, eles têm prioridade alta para a reposição.

Os itens classificados como B, representam 30% do volume de mercadorias e financeiramente, têm a importância de 15% sob as vendas. Por fim, os itens classificados como C, representam 50% do estoque e geram uma receita de 5% para a farmácia. É importante ressaltar que esses valores podem variar de acordo com as necessidades de cada negócio.

Essa forma de controle garante uma gestão eficiente dos produtos mais importantes. A classificação permite, também, um acompanhamento detalhado sob a movimentação dos itens.

Estoque mínimo e máximo

Outra maneira de garantir o controle de mercadorias e evitar as rupturas é monitorar o estoque mínimo e máximo dos produtos. Dessa forma, sempre que um item chega ao número mínimo, o sistema informa que é preciso fazer a reposição daquele produto para atingir novamente o valor máximo.

Entenda os benefícios de reduzir esse problema na empresa

Manter um controle de mercadorias eficiente é uma forma de aumentar o faturamento da farmácia, a lucratividade e o mais importante: eliminar a insatisfação e frustração do cliente ao não encontrar o produto desejado.

A utilização de um software de gestão é fundamental para ajudar nesse processo. Isso porque ao monitorar e controlar todos esses indicadores, além de registrar as movimentações dos produtos, o sistema permite reduzir ao máximo a ocorrência desse problema.

O sistema também conta com relatórios gerenciais, que permitem monitorar constantemente todos esses dados e, ainda, ajudam na tomada de decisões estratégicas.

Enfim, as rupturas de estoque são um problema muito grave e trazem consequências sérias para a farmácia. Para evitar esse problema faça um controle efetivo de mercadorias e identifique onde as falhas ocorrem. Além disso, conte com o apoio de um software de gestão para auxiliar na monitoração e controle de todos os dados.

Viu só como é importante fazer um controle eficiente dos produtos? Por isso, separamos para você este artigo sobre como fazer a gestão de estoque em farmácias e drogarias!

INOVAFARMA

Sistema para farmácias e drogarias em > Solicite sua Demonstração!
Entre em contato pelo e-mail ou telefone.
contato@inovafarma.com.br
(17) 3624-2110
INOVAFARMA
Comentarios 0

Deixe uma resposta