Projeções e expectativas do mercado farmacêutico para os próximos anos

Sem tempo para ler o artigo Projeções e expectativas do mercado farmacêutico para os próximos anos?

Dê Play e escute agora mesmo!

spotify165x40 - Projeções e expectativas do mercado farmacêutico para os próximos anos
deezer165x40 - Projeções e expectativas do mercado farmacêutico para os próximos anos
itunes165x40 - Projeções e expectativas do mercado farmacêutico para os próximos anos

O Brasil está à passos discretos caminhando para deixar para trás a pior crise econômica da sua história. Após um longo período de 18 anos de escândalos políticos, lavagem de dinheiro, desvios de verbas, pedaladas fiscais, improbidade administrativas, caixa dois, entre outros mais, estamos finalmente deixado isso para a história. Nesse contexto o mercado farmacêutico projeta boas perspectivas de faturamento para os próximos anos.

>> Leia também:

Precificação inteligente: mais lucro para a sua farmácia!

Porque a legislação farmacêutica continua sendo uma barreira para o empreendedor?

Como cobrar cliente inadimplente? Veja 5 técnicas avançadas de cobrança.

Após a mudança de direcionamento político, a polarização de medidas e decisões governamentais vêm sendo amplamente discutido e sendo mostrado pela mídia, seja ela à favor ou contra. Diante disso tudo o novo governo do recente presidente Jair Bolsonaro tenta implementar sua agenda econômica, sendo muito aguardada por todos os mercados, principalmente pelo mercado farmacêutico.

Com indicações mais técnicas para cargos de relevância o presidente acerta em nomear o gabaritado Paulo Guedes para ministro da Economia. Entre suas principais medidas estão as reformas da previdência, tributária e trabalhista; privatização de estatais, enxugamento da máquina pública, controle da taxa de desemprego e diminuição dos juros. Todo esse conjunto de medidas são extremamente importantes para os brasileiros, mas especialmente os empresários. Continue a leitura do artigo para saber as perspectivas para o varejo farmacêutico.

Cenário atual da economia brasileira

Economicamente o Brasil vem causando preocupações para boa parcela da população. O fato é que são 12,5 milhões de desocupados, representando cerca de 11,8% da população em 2019. Esses dados foram divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no fim do 3º trimestre do ano passado. Isso é algo negativo para o setor varejista, pois afeta diretamente o poder de compra das pessoas e com menos renda na praça a tendência do consumo é diminuir.

Entretanto o saldo ainda é favorável. A grande conquista do governo no ano que se passou foi sem dúvida a aprovação logo em primeiro turno da Reforma da Previdência (PEC 6/2019). Isso foi muito animador para todos os empresários, visto que previsão do governo é economizar 1,35 trilhão de reais durante 10 anos, o que contribui para o equilíbrio das contas públicas e traz mais segurança para os investidores. Na prática isso se traduz em mais dinheiro estrangeiro sendo aplicado no país. E por consequência mais geração de renda e aquecimento do consumo.

Guia Completo: Controle de Caixa para Farmácia

Além disso o Comitê de Política Monetária do Banco Central (COPOM) anunciou em outubro de 2019 o corte histórico da taxa SELIC (Sistema Especial de Liquidação e de Custódia), passando para 5% ao ano a taxa de juro básico. Em resumo essa medida traz pouca rentabilidade para aplicações mais conservadoras em investimentos de renda fixa, como caderneta de poupança e tesouro direto.

Por outro lado, estimula os investidores a procurarem outro tipo de investimento mais arriscado para trazer mais resultados, proporcionado mais injeção de dinheiro no mercado. Além disso uma taxa de juros menor estimula o consumo, pois aumenta o dinheiro no mercado, uma vez que os empréstimos se tornam mais acessíveis para as pessoas.

Perspectivas do Brasil para os próximos anos

O Brasil ocupa a 5ª posição no ranque dos países mais populosos do mundo. Possui atualmente cerca de 207 milhões de habitantes. Isso o torna altamente atrativo pelo potencial de consumo.

A população brasileira está envelhecendo em ritmo acentuado. Durante as próximas 3 décadas cerca de 20% da população estará com mais de 65 anos de idade.

2-envelhecimento
Fonte: Página do G1, adaptado de IBGE.

Com uma população crescente que envelhece a cada ano, contrapondo essas informações demográficas, podemos concluir que o Brasil terá um acentuado crescimento na demanda por medicamentos e serviços de saúde. Nesse patamar as indústrias farmacêuticas, distribuidoras e varejistas vão faturar alto no mercado brasileiro. Segundo relatório da QuintilesIMS Institute o Brasil ocupará a 5ª posição do Ranking dos Mercados Farmacêuticos do mundo.

3-mercado-mundial
Fonte: QuintilesIMS Institute adaptado da página INTERFARMA

Projeções para o varejo farmacêutico

A QuintilesIMS Institute ainda calculou a estimativa de gastos com medicamentos e volume de vendas para o ano de 2022. No cálculo foram considerados os grupo de Referência, Similares e Similares sem marca, MIP (Medicamentos Isentos de Prescrição Médica) e outros.

4-gastos-com-medicamentos-e-projecao-para-2022
  Fonte: QuintilesIMS Institute adaptado da página INTERFARMA
 

Diante dessas projeções sua farmácia deve se posicionar claramente no mercado com o mix de produto ideal para atender os consumidores. Para se ter uma ideia o medicamento mais vendido nas farmácias brasileiras entre os anos de 2013 e 2017 foi o Dorflex. Confira o Ranking dos Medicamentos Mais Vendidos e veja se esses dados vão de encontro com suas vendas no período.

5-medicamentos-mais-vendidos
Fonte: QuintilesIMS Institute adaptado da página INTERFARMA

Entre correlatos e perfumaria os produtos para cabelos se destacam como sendo os mais procurados e mais rentáveis para as farmácias.

Conclusão

O Brasil infelizmente é um país emergente (alguns fecham os olhos para essa realidade), deixando muito a desejar em infraestrutura, divisão de renda, entre outros. Além do mais está passando por uma transição de governo, o que afeta diretamente a decisão dos investidores sobre a certeza de investimentos no mercado brasileiro.

Mas com uma agenda econômica sólida, e conforme as reformas forem sendo entregues o cenário irá se modificar positivamente. Somando a isso a potencialidade de consumo de uma população que cresce e envelhece, irá demandar muitos medicamentos e tratamentos de saúde. As projeções para o futuro são animadoras para o mercado farmacêutico no Brasil. Ainda sim vale muito a pena investir na atividade de saúde nas terras tupiniquins.

Se inscreva no nosso Canal do YouTube e siga nossa página do Facebook! Lá você encontra muito mais conteúdo sobre gestão e varejo farmacêutico. Garanto que você vai aproveitar muita coisa!

Preencha o formulário nessa página e fale agora mesmo com um especialista para conhecer nossas soluções para preparar sua farmácia para os novos desafios dos próximos anos!

Facebook
Lucas Sabadini
Como transformar sua farmácia em uma máquina de vendas

0 Comentários

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *