Guia completo: Como montar um tabloide de ofertas de sucesso para a farmácia

Sem tempo para ler o artigo Guia completo: Como montar um tabloide de ofertas de sucesso para a farmácia?

Dê play e escute agora mesmo!

Você provavelmente conhece alguma pessoa próxima que adora levar para casa o “jornalzinho” da farmácia. Ou talvez semanalmente recebe o impresso do supermercado local com as ofertas da semana. Estou certo? Bem, o tabloide de ofertas continua tendo seu valor para o varejo.

Com a estratégia certa, o tabloide de ofertas continua sendo uma boa ferramenta de comunicação com os consumidores. Apesar de não ser uma novidade, o tabloide é o método muito utilizado pelos varejistas para divulgação dos produtos. Continuei a leitura e veja como fazer desse material um aliado poderoso para as vendas da sua farmácia. Confira!

Leia também:

Como influenciar a decisão de compra dos consumidores com a iluminação de loja

Eventos em farmácia: entenda qual a importância e como organizá-los

Veja como você pode usar ações de Marketing Auditivo para sua farmácia vender mais!

Por que tabloide de ofertas ainda funciona nas farmácias?

Muitas pessoas, principalmente as de idade avançada, são da vanguarda dos periódicos. A tradicional comunicação por escrito em jornais e revistas sempre foram seus canais de informação.

Além disso esse público não domina completamente as tecnologias dos Smartphones ou páginas de internet. O fato é que o tabloide para essas pessoas costuma ser o primeiro local para a comparação de preços dos medicamentos.   

“As pessoas da vanguarda ainda confiam mais na informação palpável do que digital”

O material impresso não deve ser visto como algo “retrô” pela sua farmácia ou drogaria. Muito pelo contrário. Apesar do comércio online estar se expandindo no Brasil, a experiência off-line permanece expressiva. Nesse tipo de publicidade palpável o marketing sensorial têm suas vantagens.

A média de idade dos consumidores que detêm realmente o poder de compra, mostra que esse perfil de público segue uma linha mais conservadora. Para essas pessoas a comparação de preços e busca de boas ofertas é feita manualmente. Claro que, com o tempo, isso vai se tornar mais raro à medida que a democratização da tecnologia e divisão de renda se acentuem.

Apesar de haverem pessoas comparando os preços pela internet com o produto vendido na loja física, esse novo hábito, por hora, não atingiu os todos os consumidores.

E mesmo que o futuro possa reservar uma extinção (talvez utópica) do impresso, ainda sim é possível implementar o tabloide de ofertas digitalmente. Ou seja, o tabloide de ofertas continuará a ser um canal direto da farmácia com o seu consumidor.   

É caro produzir um tabloide para a farmácia?

Toda ação de marketing deve ser muito bem pensada. Investir recursos simplesmente sem um objetivo claro certamente vai te fazer perder dinheiro. Dito isso, para ter o melhor custo benefício com o tabloide simplesmente não tente reinventar a roda!

Ebook Cobrar clientes - Guia completo: Como montar um tabloide de ofertas de sucesso para a farmácia

Existem muitos laboratórios da indústria e distribuidores interessados em patrocinar o tabloide da farmácia. Em troca os produtos dessas empresas têm maior destaque. Eles inclusive já costumam ter todo o material pronto, com imagens dos produtos, design definido, já preparado para ser impresso com o logo da farmácia.  

Apesar da vantagem de não ter que investir recurso próprio, o tabloide fica condicionado a quem está realmente pagando. Isto é, você terá pouca influência nos produtos em destaque. Uma alternativa é negociar somente uma página ou espaço de maior visibilidade, dividindo assim os custos de produção. Então cabe analisar o quão isso é vantajoso para a farmácia conforme seu objetivo.

Aqui vai uma ressalva importante: Caso for imprimir o seu próprio tabloide de ofertas, não terceirize a produção para os colaboradores da farmácia. Acontece que muitos donos de farmácia ao invés de contratarem uma empresa especializada (com profissionais de design, redatores e publicitários) tentam economizar dinheiro fazendo toda a parte criativa por conta própria.  

Entretanto, seguindo alguns conceitos básicos e contratando uma gráfica para a impressão final, é possível sim ter sua própria produção exclusiva do tabloide de ofertas. 

Como fazer um tabloide de ofertas

#1 Tamanho

Se sua farmácia ainda não produziu nenhum tabloide, comece com apenas uma folha. Faça uma pequena tiragem e colha os feedbacks dos consumidores. Assim que tiver mais experiência e resultados de vendas comece a publicar mais páginas.

Tabloides com tiragem regular geralmente não passam de 4 páginas. Caso seja uma edição especial, com uma data comemorativa ou o próprio aniversário da farmácia, podem ser impressos até 12 páginas.

#2 Formato

As dimensões mais comuns utilizadas pelas gráficas para impressão de tabloides de oferta são:

  • 20,5cm x 27,5cm (tipo magazine);
  • 27,5cm x 41cm (tipo germânico);
  • 27,5cm x 31cm (convencional).
formatos de papel - Guia completo: Como montar um tabloide de ofertas de sucesso para a farmácia
Formatos de papel

#3 Material

O tipo de material que será impresso o tabloide de ofertas conta muito. Ter um impresso que boa qualidade passa uma impressão positiva para os consumidores. As opções do mercado recomendadas para o tabloide são:

  • Papel Offset;
  • Papel Reciclado;
  • Papel Couché.

Cada um tem suas características e preços, que varia muito conforme a tiragem encomendada para a gráfica. É recomendado você sentir cada material e colocar na balança seus prós e contras.

#4 Capa do tabloide

  • O design deve ser pensado conforme a temática do tabloide (dia da mulher, férias, verão, etc);
  • Na capa tenha um espaço de destaque para o nome e logo da farmácia, geralmente na parte superior;
  • Evite colocar muito texto, quando menos melhor;
  • Tenha chamadas para ação, isto é, títulos que chamem atenção do consumidor;
  • As chamadas (os títulos) devem ser bem pensadas. Elas vão ter o papel de atiçar a curiosidade do consumidor para ver as ofertas.
  • Evite colocar muitos produtos, quanto menor o espaço entre eles mais a sensação de poluição terá seu tabloide;
  • Coloque uma breve descrição dos produtos, informando nome, quantidade e preço;
  • No rodapé informe os telefones de contato da farmácia, endereço e informações pertinentes (datas da oferta, filiais participantes, regras, etc);
  • Reserve um lugar (geralmente nas laterais e na vertical) para o número da tiragem e os avisos e advertências obrigatórios por lei.

Confira o modelo de tabloide para capa:

analise de tabloide para farmacia - Guia completo: Como montar um tabloide de ofertas de sucesso para a farmácia
Exemplo de Tabloide de Ofertas

#5 Páginas

Um tabloide ideal não costuma ter muitos produtos por página. Para tentar alguma economia as farmácias podem pensar que quanto mais produtos anunciados melhor. Errado.

Ao fazer isso o tabloide se torna uma espécie de classificado de jornal. O interesse visual diminui e muita informação deixa o consumidor confuso, despertando o desinteresse pela leitura.

O menos é mais! Ao invés de expor 20 ou 30 produtos por página, exponha no máximo 15 produtos com um tamanho razoável. Lembre-se que as pessoas tem que enxergar as imagens em fração de segundos quando estão passando pela rua.

Fique atento:

  • Verifique se o produto anunciado na página já não consta em outro local;
  • Não misture os produtos de categorias diferentes (produtos masculinos com femininos, por exemplo);
  • Prefira sempre dispor os produtos por ordem crescente de preço (do menor para o maior) conforme a leitura ocidental (da esquerda para a direita);
  • Respeite o design e diagramação definido para o tabloide (cores, fontes, tamanho dos títulos e descrições; margens);
  • Utilize imagens de alta qualidade dos produtos (evite imagens “pixelizadas”, isto é, que tem um limite de ampliação);
  • Tome o cuidado de verificar se o produto realmente consta em quantidades suficientes no estoque da farmácia antes de ser ofertado;

Veja o modelo de tabloide para folhas:

analise tabloide folhas - Guia completo: Como montar um tabloide de ofertas de sucesso para a farmácia
Exemplo de Folha para Tabloide de Ofertas

#6 Revisão

Erros de ortografia são inaceitáveis para uma publicação impressa. Imagine uma tiragem volumosa sair com erro grotesco da língua portuguesa. O que parece ser inofensivo pode vir a ser motivo de chacota entre os concorrentes e até mesmo se tonar um “meme” para os clientes mais tecnológicos. Não corra esse risco! Quando mais pessoas lerem com atenção os enunciados, menor a chance de passar algum erro desapercebido.

Além disso é fundamental revisar todos os preços anunciados. Até porque se um preço for impresso de forma errônea, a farmácia será obrigada a praticar o valor anunciado. De acordo com o Artigo 37 do Código de Defesa do Consumidor (CDC), qualquer comunicação considerada equivocada poderá ser considerada publicidade enganosa, estando o estabelecimento sujeito a multas e processos judiciais.

Se por ventura o consumidor encontrar um preço no tabloide de ofertas inferior ao preço verdadeiro que está sendo comercializado, a farmácia é obrigada a vender pelo preço anunciado. Isso também vale para etiqueta de preço, preço na vitrine, ou qualquer outro meio de divulgação do preço.

Quais produtos podem ser anunciados?

Geralmente as farmácias utilizam o tabloide de ofertas para destacar os produtos correlatos, perfumaria e cosméticos. Obviamente esses produtos trazem maior margem de lucro, devido não possuírem PMC (Preço Máximo ao Consumidor) e também não terem regras mais rígidas de veiculação publicitária. 

Já os medicamentos são considerados bens de saúde e dessa forma não podem ser submetidos a qualquer tipo de exposição publicitária. A ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) permite apenas anúncios para os medicamentos OTC (Over The Counter – Em cima do balcão – em tradução livre).

Webinario Como evitar as rupturas de estoque - Guia completo: Como montar um tabloide de ofertas de sucesso para a farmácia

Os medicamentos OTC (que ficam ao alcance das pessoas) são aqueles que não possuem tarja vermelha ou preta, e podem ser livremente dispensados sem prescrição médica.

Mesmos para esses medicamentos sem prescrição existem regras bem específicas para anunciar. A farmácia não pode por exemplo apresentar qualquer texto tendencioso que faça menção aos benefícios de cura do medicamento.

Por assim dizer, não é permitido explorar o benefício do medicamento no seu anúncio, prometendo cura da enfermidade (mesmo que o medicamento comprovadamente cumpra o prometido).

A publicidade dos não tarjados deve conter obrigatoriamente:

  • Nome comercial do medicamento;
  • Nome do princípio ativo;
  • Número do registro junto à ANVISA;
  • A indicação do medicamento;
  • A frase: “SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO”;

Além disso a propaganda deve mostrar uma das três advertências, de acordo com a sustância ativa ou efeito causado pelo medicamento:

Advertência se o medicamento apresentar sedação e/ou sonolência:

Exemplo: “(Nome comercial do produto) É UM MEDICAMENTO. DURANTE SEU USO, NÃO DIRIJA VEÍCULOS OU OPERE MÁQUINAS, POIS SUA AGILIDADE E ATENÇÃO PODEM ESTAR PREJUDICADAS.”

Advertência conforme à substância ativa do medicamento (determinação do Anexo III da RDC nº 96/2008):

Exemplo: “CÂNFORA: NÃO USE ESTE MEDICAMENTO EM CRIANÇAS MENORES DE DOIS ANOS DE IDADE.”

Advertência padrão:

Exemplo: “(nome comercial do medicamento, para medicamentos genéricos usar o nome do princípio ativo): É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA”.

Jamais faça do seu tabloide de ofertas uma revista de preço!

Imprimir a listagem com os preços considerados “normais” dos medicamentos vai minar a estratégia desse material impresso. O consumidordeixou a muito tempo de ser passivo, ou seja, apenas aceitar aquilo que é imposto. Hoje os consumidores que se sentem enganados tem voz ativa. Amplificam o seu descontentamento nas redes sociais.

Esse efeito é devastador para a marca do seu negócio. Então não vai funcionar muito bem você ter um layout bonito com produtos bem destacados e chamadas criativas, se de fato não existem bons preços anunciados. Como o próprio nome já indica, o tabloide é para ofertas! Não se trata de um catálogo de preços.

Qual a quantidade certa para impressão?

Esse número é variável. Se você estiver produzindo em conjunto com a indústria o número de tiragem terá que ser negociado. Caso a produção for própria dependerá do seu orçamento disponível. Não é só a quantidade de unidades que afeta o preço da impressão:

  • a qualidade, tamanho e o tipo de papel;
  • o número de páginas impressas;
  • quantidade de páginas coloridas;
  • acabamento do material;
  • se as páginas vão ser soltas, coladas ou grampeadas.

São características que alteram o valor final do material.

Ebook Como aumentar as vendas - Guia completo: Como montar um tabloide de ofertas de sucesso para a farmácia

Se você for colocar o tabloide dentro da “sacolinha” junto com os medicamentos vendidos, utilize o sistema de gestão e automação da farmácia para extrair um relatório com a quantidade de vendas realizados no período. Esse número será o seu parâmetro de partida para a primeira tiragem.

Agora se desejar apenas expor o tabloide de ofertas na entrada da farmácia para os passantes na calçada, o recomendado é você fazer uma contagem por amostragem. Por exemplo, peça para um colaborador contar a quantidade de pessoas que passam na frente da farmácia nos horários de maior movimento. Para auxiliar nessa tarefa, use um aparelho de contagem, encontrado em lojas de utilidades.

contador de pessoas - Guia completo: Como montar um tabloide de ofertas de sucesso para a farmácia
Dispositivo para contagem

Após ter esse número de amostragem, multiplique pelos dias em que a farmácia ficará aberta durante o mês. Assim você terá uma estimativa para a primeira tiragem do tabloide. Para a segunda tiragem verifique sempre como foi a saída da primeira edição. Esse será seu principal parâmetro.

Também é possível levar o tabloide de ofertas até os domicílios das pessoas na região da sua farmácia. Nesta situação busque por dados demográficos que revelam a quantidade de moradores. Para esse cenário, você terá que investir um pouco mais na contratação de entregadores terceirizados. 

Quanto tempo devo produzir uma nova edição?

O tempo para produzir uma nova edição do tabloide de oferta vai depender muito do seu objetivo e estoque de produtos. A ideia principal do impresso é atrair os consumidores para concretizarem compras na farmácia motivados pela oferta de preço abaixo do normal. Para isso seu estoque e equipe tem que estarem preparados!

Existem redes de farmácias que imprimem tiragens semanais, devido ao grande fluxo de consumo. Você já leu o seguinte aviso: “Promoção até DD/MM/AAAA ou enquanto durarem os estoques”? Outras optam por tiragens quinzenais ou mensais.

O período sazonal também rende edições especiais dos tabloides de ofertas, como:

Sempre destacando novos produtos relacionados com o tema. De novo: tudo depende da sua estratégia de marketing. Sempre fuja dos achismos. Busque informações no sistema de farmácia para justificar uma nova edição ou campanha publicitária.

Mensurar os resultados é o caminho que traz respostas para continuar com o tabloide de ofertas”! 

Preencha o formulário nessa página e fale agora mesmo com um especialista para conhecer nossas soluções para sua farmácia.

Quer mais conteúdo que vai te ajudar a melhorar o desempenho da sua farmácia? Se inscreva no nosso Canal do YouTube e siga nossa página do Facebook!

0 Comentários

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: